JMJ 2023: hino marca a caminhada dos jovens até a Jornada

O padre João Paulo Vaz é o autor da letra do hino da JMJ Lisboa 2023 e, em entrevista à Agência Ecclesia, sublinhou a importância do hino para as vivências dos jovens que participam no encontro.
 
Padre João Paulo Vaz, autor do hino JMJ 2023

Na preparação para uma Jornada Mundial da Juventude (JMJ) o hino é um elemento aglutinador e ferramenta essencial no trabalho de animação no contato com os jovens.

A Agência Ecclesia, num trabalho da jornalista Sônia Neves, entrevistou o padre João Paulo Vaz, o autor da letra do hino da JMJ Lisboa 2023. O sacerdote afirmou que, na escrita da letra do hino, procurou fazer a “ponte temática” entre a Jornada do Panamá e a de Lisboa aprofundando a inspiração mariana comum aos dois encontros.

O sacerdote da diocese de Coimbra salientou também que o hino é “uma marca importante em cada edição” influenciando “todas as etapas” e fazendo recordar toda a caminhada de preparação para a JMJ.

“A música tem o condão de marcar memórias: se ouço uma música lembro-me do momento que marcou, traz a memória do coração, as recordações e vivências, sendo um hino da JMJ e toda o envolvimento, com toda a preparação que é um crescendo, é acompanhado sempre pelo hino” – explicou o sacerdote.

O padre João Paulo Vaz participou em seis edições da JMJ, mas recorda a Jornada de Paris em 1997 com especial carinho, destacando o “envolvimento e sentido de universalidade” quando da participação num “cordão ininterrupto de cerca de 800 mil jovens em volta de Paris”.

A um ano da edição de Lisboa, o padre João Paulo Vaz, na sua entrevista à Agência Ecclesia, defende a necessidade de entusiasmar os jovens para este grande evento que é a JMJ.

O encontro está marcado com os jovens de todo o mundo e com o Papa Francisco e terá lugar de 1 a 6 de agosto de 2023 na capital portuguesa.

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é um encontro dos jovens de todo o mundo com o Papa. Foi instituída por João Paulo II, em 1985. A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e desde então a JMJ já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colônia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

No dia 27 de janeiro de 2019, na conclusão da JMJ do Panamá, foi anunciado que a escolha para seguinte edição seria Lisboa. 

A Rádio Vaticano e o Vatican News continuam a acompanhar a preparação da Jornada Mundial da Juventude que acontece em Lisboa, em agosto de 2023.

 

Fonte: Vatican News

Posts relacionados

Nota da CRB Nacional

A Conferência dos Religiosos do Brasil, se solidariza com os povos indígenas que sofrem as consequências da devastação de suas terras. Ressaltamos a importância da

Leia mais »

A vida em primeiro lugar!

A VIDA EM PRIMEIRO LUGAR A Conferência dos Religiosos do Brasil manifesta sua reprovação a toda e qualquer iniciativa que sinalize para a flexibilização do

Leia mais »