Começa, em Manaus, Seminário Pan-Amazônico

Por Rosinha Martins| Nádia Caetano

Teve início na manhã desta sexta, (7), o Seminário Pan-Amazônico, organizado pela Confederação Latino-americana e Caribenha de Religiosos e Religiosas em parceria com a CRB Nacional- Conferência dos Religiosos do Brasil.

“Sac say waman Pi / Pucuy, Pucuy, cha./ Ima ya manta can ri/Wan can qui”.A tradicional canção “Cusco” do Peru, foi cantada e tocada ao som do charango pela chilena Francisca Espinoza, da equipe itinerante da Amazônia. A canção foi o momento marcante da oração inicial do Seminário que convidava os participantes a contemplar em meio e no silêncio da natureza, a vida que palpita no bioma amazônico. O som ensurdecedor de uma motosserra quebrava o silêncio e permitia ao grupo refletir a Palavra deDeus que, lida naquele contexto permitia sentir o apelo de defesa da vida.

Participaram da mesa na seção de abertura, a presidente Nacional da Conferência dos Religiosos do Brasil, Irmã Márian Ambrosio, idp, a presidente Regional da Conferência dos Religiosos de Manaus, Irmã Guaracema Siqueira Tupinambá, cns-csa, o presidente da Comissão para a Amazônia da Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Claudio Hummes e o presidente da Confederação Latino-ameicana e Caribenha de Religiosos e Religiosas, Irmão Paulo Paulo Petry.

“Encontramo-nos em Manaus. Encontrar-se significa que não nos fechamos em nosso mundo, e que desejamos construir relações capazes de fazer deste mundo um lugar melhor para viver, ouvindo a Deus onde a vida clama. Deixemo-nos iluminar pela sua Palavra. Ao participar deste seminário deixamos o espaço importante, mas reduzido, do próprio eu, da própria congregação, da própria conferencia nacional para junto com outras/os religiosas/os formar comunidade intercongregacional e assim celebrar a vida e a fé, em diálogo com os saberes e as tradições dos povos da água e da selva”, expressou Irmão Paulo.

Irmã Marian Ambrosio saudou os missionários que tem atuado significativamente em solo amazônico:

“Quero saudar os irmãos que estão inseridos, encarnados em território amazônico, sejamos brasileiros e brasileiras sejamos irmãos e irmãs de outras Conferencias ou outras nacionalidades”. Esperamos que não seja um momento teórico, mas que possamos abraçaro chão da experiência.

Irmã Marian manifestou sua alegria presença da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, representada pelo presidente da Comissão para a Amazônia, Dom Claudio Hummes. “Me alegro com a presença do senhor aqui,porque aqui é o chão onde é possível dizer que esse projeto é nosso. A sua presença é o caminho evidente,testemunhal de um desejo de comunhão.

Dom Claudio ressaltou em sua fala o seu contentamento sincero e felicidade por ter sido escolhido para esta comissão porque esse foi seu sonho desde jovem missionário. Essa comissão significa sinal de como a CNBB quer manifestar seu amor pelo povo, pela Igreja da Amazônia. Não sei como vou representar esse sinal, mas venho aqui para dizer que queremos caminhar juntos, sofrer juntos, ter aspirações juntos (…) Que essa terra da Amazônia faça diferença e se desenvolva sem perder suas características. A Comissão tem dois objetivo de caminhar junto com o povo da Amazônia e conscientizar a Igreja do Brasil a se solidarizar com ela. Vim para escutar, ouvir e estar junto”, afirmou.

Posts relacionados

Conclusão do CERNE 122

Com Celebração Eucarística presidida por Frei João José dos Santos, membro da Regional de Curitiba da CRB, foi concluída a edição 122 do CERNE –

Leia mais »

CERNE 122 – Quarta semana

Em um clima de convivência, oração, partilha e estudo, seguem, em Curitiba, no Provincialado das Irmãs da Divina Providência, as atividades da quarta semana do

Leia mais »

Começou o CERNE 122

No dia 11 de setembro, na Casa de Retiros das Irmãs da Divina Providência, em Curitiba, iniciou a edição 122 do Centro de Renovação Espiritual

Leia mais »