Com o tema juventude e relações afetivas, tem início 28º Curso de Verão

Por Edcarlos Bispo de Santana| 07.01.15| Na tarde da terça-feira, 6, no Tuca, teatro da PUC-SP, teve início o 28º Curso de Verão promovido pelo Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular (CEESEP). O mesmo se estenderá até o próximo dia 14 com a temática da juventude e afetividade, que será analisada sob diferentes aspectos.

Cerca de 450 pessoas provenientes de várias regiões do Brasil e de outros países participam do evento e trazem consigo muitas expectativas.

Arley Novaes dos Santos, 24, de Vitória da Conquista/BA, espera aprender e multiplicar o conhecimento: “Trabalhar com juventude é desafiante, principalmente para nós que somos da Pastoral da Juventude. Esse tema toca em algo que está além das relações de igreja”.

O Curso de Verão possibilita uma formação popular a partir dos desafios da realidade. É um espaço ecumênico e inter-religioso de diálogo, convivência, partilha, celebração e compromisso. Embora o tema tenha enfoque na juventude, acolhe participantes de todas as idades. Para Francisco Machado Alves, 57, de São Felix no Araguaia, o tema é bastante atual e abrangente. “O Curso de Verão vem ser esse momento de reflexão, de aprofundamento e de encontrar meios para atingir mais essa juventude com o trabalho crítico”.

Após a acolhida aos participantes e a celebração de abertura, dom Júlio Endi Akamine, bispo da região Lapa, arquidiocese de São Paulo, afirmou que a educação da afetividade é um aspecto decisivo não só para os jovens, mas para todos independente da idade. “Mais do que isso, a educação da afetividade é necessária também para a nossa salvação”. De acordo com dom Flávio Borges Ilara, bispo da Diocese Anglicana de São Paulo e presidente do Centro de Apoio e Pastoral do Migrante (CAMI), o tema da família, da juventude e da sexualidade humana é preocupação constante do pastorado da Igreja Anglicana. “Não é possível a pastoral sem afetividade, sem cuidado e carinho uns com os outros”.

Para o presidente do CESEEP, Benedito Ferraro, o tema das relações afetivas e sexualidade é muito desafiador. Segundo ele, consiste em “abrir-se ao mistério do encontro com o outro/outra e não fechar o caminho para o totalmente outro que nos transcende e que acreditamos ser Deus. Acreditar que é possível construir um outro mundo, outra igreja, a igreja em saída, como aponta o Papa Francisco”. Afirma ainda ser necessário “assumir o compromisso da construção de uma sociedade justa, fraterna e solidária, buscando participar de todas as lutas em defesa dos direitos humanos sempre ao lado dos pobres e excluídos”.

Na quarta-feira, 7, a palestra ficara sobre a responsabilidade de Ana Cristina Canosa, psicóloga, terapeuta e educadora sexual; coordenadora e professora do Curso de Pós-Graduação em Educação Sexual do UNISAL, e abordará o tema: “Corporeidade e identidades: mapeando o universo da sexualidade humana e das relações afetivas”.

O 28º Curso de Verão pode ser acompanhado ao vivo pelo site do CESEEP (https://novo.ceseep.org.br/).

Assessoria de Comunicação

Posts relacionados

É Advento!

É Advento! Tempo de caminhar na esperança! Tempo de esperançar! Tempo de estar vigilantes e atentos aos sinais dos tempos! Atentos aos sinais de que

Leia mais »