Cartas do III SEMINÁRIO PARA FORMADORES EM CHAVE INTERCULTURAL 2018 CONE SUL – CLAR

Às Caríssimas Irmãs e Caríssimos Irmãos dos Conselhos Gerais!

Agradecemos a Deus pela missão de animação que vocês realizam na Congregação e pela oportunidade que nos ofereceram de participar do III Seminário para Formadores em chave intercultural, em Aparecida, Brasil, promovido pela CLAR e CRB NACIONAL.

Somos mais de 100 religiosas/os participantes de 81 Congregações de diferentes países e culturas, formando 12 comunidades de convivência e trabalhos em grupos – metodologia proposta pelo Seminário.

Reconhecemos a confiança, a dedicação, a abertura, o interesse e o amor com que buscam e acolhem as propostas do Espírito, que sopra onde quer, para discernirmos os caminhos de respostas aos seus apelos e inspirações.

Pareceu bem ao Espírito Santo e a nós escrever-lhes a respeito do processo formativo. Sabemos que vocês nos animam com sabedoria, na nossa missão de acompanhantes das pessoas no seu itinerário vocacional.

Entendemos como valores inegociáveis da Vida Religiosa Consagrada: a centralidade em Jesus Cristo e seu Evangelho, o Carisma Congregacional e a Opção Preferencial pelos Pobres. O nosso desafio hoje é viver esta busca de forma intercultural e intercongregacional.

A formação necessita mudar seu paradigma, de linear e em etapas, para processos integradores que brotem de um verdadeiro encontro com Jesus e gerem transformação. Somos chamados à vivência comunitária e cosmocêntrica, mas, percebemos que, apesar dos sinais dos tempos, muitas vezes a preocupação é manter as obras e estruturas. Precisamos nos perguntar: para que queremos vocações? Para nossa Congregação ou para o Reino de Deus?

Nosso desejo é de caminharmos juntos e pedimos ao Espírito que desperte em nós um coração apaixonado pelo Reino.

Desde Aparecida invocamos a intercessão de nossa Mãe Maria.

Nossa saudação fraterna.

COMUNIDADES IPÊ E MANDIOQUEIRO 

*********************************************************

Carta aberta às famílias cristãs

Estimadas famílias!

Reunidos no III seminário de formadores em chave intercultural na casa da mãe Aparecida, queremos dirigir a vocês algumas palavras de carinho e exortação. Sabemos da importância da família para o mundo, tanto assim que o próprio Deus quis habitar na terra no seio de uma família. Conhecemos as lutas diárias que tendes para levar adiante a difícil tarefa como família, em criar seus filhos numa sociedade onde os valores estão tão inversos. Sabemos da luta para a sobrevivência, com a falta de apoio, de políticas públicas que colaborem para o crescimento e autonomia de todos os povos.

Com tudo isso vejo também as alegrias, a forma como estão conduzindo seus lares na superação dos desafios, reconhecendo que toda a família procura dar o melhor para os seus. Lembramos que vocês não estão sozinhos, são parte de um todo e, por isso, não percam de vista que somos criaturas amadas por Deus.

Atentos à realidade, convidamos a todos e todas a voltarem-se para o centro das nossas vidas, que é a pessoa de Jesus com seus ensinamentos e orientações para a cultura da vida. Recordando que o nosso principal chamado, a nossa primeira vocação é a vida, e a vida em plenitude.

A partir de algumas constatações, vemos que estão vivenciando um momento muito complicado em que colocam todas as suas energias no trabalho e outros interesses, faltando espaço para o encontro, o diálogo, o afeto, etc, dando espaço para uma cultura da morte (depressão, violência, suicídios, vícios) e a falta de sensação de liberdade, em que vai-se dando espaço para outros valores que em nada contribuem para o bem de nossas famílias.

Contudo, não se esqueçam de que somos criaturas de Deus, criados para ter a vida em plenitude, onde a nossa primeira vocação é a felicidade, e eu os criei para a felicidade. Portanto, não se afastem deste caminho de vida. Contem conosco, com nossas orações e nossa presença afetiva e atuante no que precisarem.

Fraternal abraço em nome de todos os religiosos e religiosas presentes neste seminário.

Aos pés da Aparecida, consagremos as nossas famílias à sagrada família de Nazaré, que ela vos inspire na vivência e conte com nossas orações.

Comunidad Paimaneira

****************************************************

Carta aberta das comunidades Genipapo e Murici aos leigos da Igreja de Jesus Cristo, presentes em várias partes do mundo

Queridos e amados leigos, queridas e amadas leigas,

a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com vocês!

Sabemos da importância que vocês têm para a vida de toda a Igreja e do compromisso que assumem no dia a dia para fazer presente o Reino de Deus

Estivemos reunidos no III Seminário de Formadores da Vida Religiosa Consagrada do Cone Sul, em chave intercultural, de 11 a 16 de junho de 2018, em Aparecida/SP. Foram momentos de convivência, intensa reflexão, partilha de experiências e reafirmação da nossa identidade como Vida Religiosa Consagrada inserida na Igreja e na sociedade.

Enriquecidos pela diversidade das culturas e interpelados pelas novas e aceleradas mudanças do mundo atual, assumimos o compromisso de revermos nossa vida e missão enquanto formadores a partir de uma compreensão cosmocêntrica, fundamentada na proposta do papa Francisco, presente na Encíclica Laudato Si’. Optamos, também, pelo diálogo como forma profética de relação com o mundo de hoje. Para isso, é preciso que estejamos unidos como Igreja, discípulos missionários, respondendo ao chamado que recebemos no Batismo.

Irmãs e irmãos, sejamos capazes de pensar como geradoras/es de vida na abundância da graça de Deus. Animemo-nos a “sair” profeticamente sendo protagonistas da história que transitamos.

Que Deus misericordioso nos abençoe, o seu Espírito nos ilumine e nossa Mãe Aparecida interceda por nós.

Nossas saudações fraternas, comunidades Genipapo e Murici

************************************************

Carta aos Jovens em processo formativo!

Queridas/os Jovens formandas/os, Jesus Cristo continua passando por nossos caminhos e com seu olhar nos interpela amorosamente a segui-lo, pois a vocação nasce no coração de Deus e vai sendo concretizada no mistério da vida de cada ser humano. Nestes dias, vocês estiveram bem presentes em nossas orações, intenções e reflexões durante o III Seminário de Formadores em chave Intercultural, e gostaríamos de compartilhar com vocês as luzes e interpelações.  

Lembramos de vossas buscas, desejos, processos, de como almejam fazer uma experiência significativa e uma opção verdadeira pelo Cristo e seu Reino, na Vida Religiosa Consagrada, no cerne dos diversos carismas na Igreja.

Primamos para que vocês possam ser acompanhados de forma personalizada e que possamos favorecer o seu enraizamento em Jesus Cristo, de forma integrada. Frente ao mundo egocêntrico, fomos interpelados a fortalecer o cosmo-centrismo que traz a vida no centro inter-relacionada com toda a criação. Saibam sair de uma visão antropocêntrica para uma visão holística, intercultural e para o cuidado com a criação. 

Isso exige um jeito diferente! Porém, queridas/os formandas/os, “ninguém educa o outro, ninguém se educa sozinho, nos educamos mutuamente”. Diante deste processo, queremos ajudá-las/os a trazerem para fora o que vocês tem de mais precioso dentro de vocês. Somos acompanhantes no caminho, mas as/os protagonistas são vocês. A resposta está dentro de cada um!

Deixem-se ser acompanhados neste processo dinâmico de discernimento, com transparência, abertura e disponibilidade, fortalecendo e não perdendo de vista a nossa identidade que levará cada uma e cada um à integração da própria vida. Pois sonhamos com uma vida religiosa profética, simples, orante, alegre e apaixonada pelo Reino de Deus.

Ouçam os apelos de Deus através do Evangelho, da opção preferencial pelos pobres, diante dos desafios do mundo de hoje. Vossas opções devem ser centradas em Jesus Cristo e na riqueza de vossos carismas fundacionais, atualizando-os sempre.

Que vossas respostas sejam livres, alegres e comprometidas/os dentro de seu processo de formação.  Sejam corajosas/os e não se deixem levar pelas influências deste mundo fragmentado.  Não tenham medo de fazer a diferença! Sejam agentes na nova geração da Vida Religiosa Consagrada. Juntas/os sejamos profetas do Reino que caminham ao encontro da vida, na vida e pela vida.

Confiamos vossas vidas nas mãos de Maria, a primeira discípula e vocacionada do Pai e a todos as/os nossas/os fundadoras/es.  

Deus seja bendito para sempre!  

Irmãos da Comunidade Jacarandá e Comunidade Graviola

*********************************************************

Queridos/as Jovens!

Os desafios e possibilidades que vocês têm encontrado no mundo atual também nos movem e comprometem. 

Vocês são protagonistas da história e têm contribuído com sua forma de ser: Autônomos, livres, sonhadoras/es, críticas/os, irreverentes e comprometidas/os com causas sociais, ecológicas e religiosas.

Ao acompanhá-las/os, percebemos atitudes, reações e comportamentos que necessitam ser integrados como processo normal do seu desenvolvimento e amadurecimento humano-espiritual.

Acreditamos no potencial de vocês e nos dispomos a caminhar juntas/os, comprometidas/os na construção de um mundo justo e solidário. 

Contem conosco, Comunidade Copaíba.

Aparecida, 16 de junho de 2018.

*******************************************************

Queridas/os formadoras/as!

Nós, reunidos/as no III Seminário de Formação Inicial em chave intercultural, nos dias 11 a 16 de junho, em Aparecida –SP, motivados/as pela luz do Espírito, vimos condividir com vocês os frutos  desta experiência que aqui tivemos, de reflexão, partilha e convivência.

Compartilhamos alguns dos temas tratados: – Processo de Transformação, Criação em Formação e Chave Ecológica; – Contexto de Transformação e Significado dos Conselhos Evangélicos; – Interiorização e Escuta da Palavra; – Construção de Linhas Inspiradoras no Processo Formativo.

Além disso, tivemos uma visita guiada no Santuário Nacional de N. S. Aparecida, cuja teologia expressada na arte nos convida a uma visão integrada da criação com o Criador. Ao mesmo tempo, nos interpela a uma mudança de paradigmas, passando de uma visão antropocêntrica a uma visão cosmocêntrica da formação.

Esta, como sabemos, é uma realidade dinâmica, que deve partir e nos conduzir, permanentemente, ao encontro com Cristo, que é a fonte da VRC. As propostas formativas tradicionais, com etapas rígidas e fixas, não correspondem mais à realidade. Há uma necessidade de mudanças de paradigmas, abandonando tais processos lineares, para abrir-nos a processos vitais de formação.

Criar um ambiente formativo de diálogo, de acompanhamento pessoal e comunitário, de respeito e confiança, é algo exigente e necessário, que deve brotar primeiro dentro de vocês, como experiência própria da vossa vida, para chegar ao coração das/os vossas/os formandas/os, de tal modo que o coração delas/es e o vosso se configure cada vez mais com o coração de Cristo. Ao longo do seminário trabalhamos em comunidades em que experimentamos que é possível conhecer a fundo outras culturas, receber e dar sem mesclar, interculturalmente.

            Dentro de tudo o que vivemos aqui, sugerimos que cada comunidade procure viabilizar uma proposta formativa, flexiva e respeitosa aos processos vitais, em que, a partir da experiência fundante, demos visibilidade ao Evangelho, com uma vida simples, coerente e despojada.

Se vocês forem fieis ao Espírito, neste processo de formação contínua, gerarão sementes de esperança e de vida nova, para a Vida Religiosa Consagrada e para o mundo.

Desde a casa da Mãe Aparecida abraçamos cada uma e a cada um em Cristo Jesus, rogando sobre vós sua bênção e proteção.

Aparecida, 16 de junho de 2018.

*****************************************************

Queridos Irmãos Idosos e queridas Irmãs Idosas!

Estamos concluindo o III Seminário para Formadores em chave Intercultural, que se realizou aos pés de Nossa Senhora Da Conceição Aparecida, na cidade de Aparecida/SP – Brasil, nos dias 11 a 16 de junho de 2018.

Participaram cerca de 100 pessoas de 81 congregações religiosas provenientes dos seguintes países: Argentina, Brasil, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai. Tratamos temas como: processo de transformação; criação e formação em chave ecológica, a identidade da Vida Religiosa Consagrada.

Formamos pequenas comunidades intercongregacionais nas quais partilhamos experiências de vida e de missão e discutimos propostas para um caminho formativo em chave intercultural. Como fio condutor das nossas atividades, tivemos momentos de Leitura Orante, Celebração Eucarística e Peregrinação ao Santuário.
Em nosso coração bateu fortemente o sentimento de gratidão pelo testemunho de suas vidas, entregues ao serviço da construção do Reino e despertou em nós o desejo de partilhar com vocês – que sempre foram um referencial para nós e nos precederam no caminho formativo.

Damos graças a Deus pela experiência carismática que procuraram viver, pedimos a vossa participação no processo formativo das novas gerações. Diante deste novo tempo, manifestamos a nossa grande preocupação com a formação integral dos nossos jovens. Contamos com as vossas orações, partilha das experiências de vida, ressaltando as dificuldades encontradas e como vocês se deixaram conduzir pelo Espírito de Deus em todos esses anos de consagração para viver com fidelidade o projeto de Jesus Cristo.

Convidamo vocês a olharem com alegria e esperança para os jovens de hoje que serão os continuadores do carisma. Recordem com gratidão o passado vivido e a missão realizada pela construção do Reino. Olhem o horizonte sem lamentações e sem temores.   

Sua presença em nossas comunidades nos provoca a continuar nosso caminho de conversão com renovado impulso, com a certeza de que Cristo é o fundamento de nossas vidas e que vale a pena entregar a vida pelo Reino. 

Para concluir, queremos pedir-lhes que continuem sendo para as novas gerações sinal de profecia. 

Sob a proteção de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, vos abraçamos  fraternalmente.

Posts relacionados

CLAR – Oficial

A presidência da CLAR e 14 comissões estiveram reunidos para o planejamento do triênio. Em Cochabamba na Bolívia, entre os dias 16 a 18 de

Leia mais »