Cidade do Vaticano (RV) – Voltamos com o nosso espaço dedicado à Vida Consagrada, todas as terças-feiras. Depois da pausa em virtude da viagem do Papa ao Sri Lanka e às Filipinas, prosseguimos nossa caminha guiados pela Irmã Márian Ambrosio, das Irmãs da Divina Providência.

Na primeira reportagem, Ir. Márian nos explicou sobre os fundamentos bíblicos da Vida Consagrada no Antigo Testamento. O livro dos Números, no capítulo 6, narra que entre os sacerdotes e o povo de Deus surgiram pessoas que se consagravam a Ele. Essa consagração era visível através de três sinais: essas pessoas não podiam cortar o cabelo, não podiam em nenhum momento colocar na boca algo fermentado, e não podiam tocar num cadáver. O cabelo comprido manifestava a força de Deus, a não ingestão de algo fermentado significava um Deus vigilante, que exigia de nós permanentemente lucidez. E o não tocar num cadáver testemunhava um Deus da vida.

Fazemos um salto do Antigo para o Novo Testamento, com Jesus que renova todos eles. Ir Márian explica agora que, com a morte e a ressurreição de Cristo, nasce o novo rosto da vida consagrada e o surgimento, no ano 300, do eremitério. Ouça.

{mp3remote}http://www.crbnacional.org.br/site/images/audios/avc_marian_002.mp3{/mp3remote}

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?