Mons. Valdir José de Castro, primeiro bispo paulino nomeado pelo papa Francisco

Na quarta-feira (14/09), a Família Paulina acolheu com alegria e reverência a nomeação de seu primeiro bispo, Monsenhor Valdir José de Castro, ssp, para a diocese de Campo Limpo, no Estado de São Paulo. O religioso foi nomeado após o Papa Francisco acolher o pedido de renúncia de Dom Luiz Antônio Guedes, que agora torna-se bispo emérito da diocese, junto a Dom Emílio Pignoli. Mons. Valdir é o terceiro bispo da diocese, que foi criada em 1989, como um desmembramento da arquidiocese de São Paulo.

Em nota, o Superior Provincial da Pia Sociedade de São Paulo, Pe. Claudiano Avelino dos Santos, ssp, comunicou a notícia com júbilo, divulgando parte da mensagem enviada pelo sr. Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giambattista Diquatro por ocasião da nomeação.

“Bendito seja Deus pela eleição de nosso confrade como primeiro bispo paulino! Que o bem-aventurado Tiago Alberione, exemplo de serviço à Igreja, interceda por Pe. Valdir, para que como o Apóstolo São Paulo sirva com dedicação ao “Corpo de Cristo” em Campo Limpo, e sob a proteção da Rainha dos Apóstolos leve a todos a alegria do Evangelho de Jesus Mestre. Ao Pe. Valdir nossas preces e nosso apoio!”, manifestou Pe. Claudiano.

No comunicado publicado no site da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a presidência da instituição manifestou apoio ao novo membro da Conferência Episcopal: “Rogamos a Deus que o ilumine nesta nova missão confiada pela Igreja e, como contribuição para o início de seu ministério episcopal, abençoe o seu itinerário e a sua caminhada junto ao povo. (…) Que o exemplo de amor perfeito da Sagrada Família, a quem o patrocínio de sua futura diocese está confiado, o inspire na missão”, declarou a instituição em seu site.

O Superior Geral da Pia Sociedade de São Paulo, Pe. Domenico Soliman, divulgou uma nota no site da Congregação saudando o novo bispo e destacando suas qualidades. “A escolha do Papa Francisco nos enche de alegria pelo Mons. Valdir. Conhecemos seus dons e sua postura de irmão entre irmãos, trazendo sempre no coração as pessoas e favorecendo a comunhão em todas as ocasiões. Ao mesmo tempo, para nós é uma confirmação de que nosso carisma apostólico, com suas especificidades, insere-se justamente dentro da dimensão pastoral e evangelizadora da Igreja. Podemos dizer que o Mons. Valdir, também neste novo ministério pastoral, colocará em prática das palavras do Bem-Aventurado Pe. Tiago Alberione, quando nos recordava a importância de ‘sentir com a Igreja, amar a Igreja, cooperar com a Igreja, sendo os membros mais santos, devotos e ativos’”, salienta Pe. Domenico.

Histórico

Mons. Valdir José de Castro nasceu em 14 de fevereiro de 1961, em Santa Bárbara d’Oeste (SP). Fez sua primeira profissão religiosa na Pia Sociedade de São Paulo em 11 de fevereiro de 1981 e a profissão perpétua em 25 de outubro de 1987. Foi ordenado sacerdote em 12 de dezembro de 1987.

É graduado em Jornalismo e Filosofia pela Universidade de Caxias do Sul, em Teologia pelo Instituto Teológico São Paulo, Mestre em Comunicação e Mercado pela Faculdade Cásper Líbero e em Teologia, com especialização em Espiritualidade, pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. É doutor em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Entre 2015 e 2021, Padre Valdir foi o Superior Geral da Pia Sociedade de São Paulo, sendo o sétimo sucessor do Bem-Aventurado Pe. Tiago Alberione, fundador dos paulinos. Foi o primeiro paulino nascido fora da Itália a assumir este serviço. O religioso também foi diretor geral de Apostolado entre 2001 e 2006, provincial da província Argentina-Chile-Peru entre 2006 e 2010, diretor da Faculdade PAULUS de Comunicação e Superior Provincial no Brasil entre 2012 e 2015.

Pela PAULUS Editora, Mons. Valdir publicou as obras “Superando os Momentos Difíceis”, “Uma espiritualidade para o nosso tempo à luz do apóstolo Paulo” e é organizador da obra “Cultura, comunicação e espetáculo”, que faz parte da Coleção Comunicação, coordenada por ele.

Diocese de Campo Limpo

Criada em 15 de março de 1989 e instalada em 4 de junho de 1989, a diocese de Campo Limpo possui uma área de 1.560 km² e abriga uma população aproximada de 2,2 milhões de habitantes, segundo o guia informativo da diocese.

Ela abrange partes das zonas Sul e Oeste da capital paulista, nos bairros Campo Limpo, Capão Redondo, Jardim Angela, M’Boi Mirim, Morumbi, Piraporinha, Valo Velho e Vila Remo, Caxingui, Ferreira, Jardim Peri Peri, Vila Sônia; e seis municípios da Grande São Paulo: Embu das Artes, Embu–Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra e Taboão da Serra.

Atualmente, a diocese é formada por 4 Regiões Episcopais, 9 Foranias, 110 Paróquias, 1 Unidade Pastoral, totalizando 431 comunidades, incluindo as matrizes, unidade pastoral e os 7 Santuários diocesanos.

Fonte: Diocese de Campo Limpo

 

A CRB Nacional acolhe e saúda o novo bispo, Dom Valdir José de Castro, SSP, e conta com sua atenção pastoral na área da comunicação também para com os/as religiosos/as do Brasil. 

Posts relacionados

Nota da CRB Nacional

A Conferência dos Religiosos do Brasil, se solidariza com os povos indígenas que sofrem as consequências da devastação de suas terras. Ressaltamos a importância da

Leia mais »

A vida em primeiro lugar!

A VIDA EM PRIMEIRO LUGAR A Conferência dos Religiosos do Brasil manifesta sua reprovação a toda e qualquer iniciativa que sinalize para a flexibilização do

Leia mais »