Irmãs Servas de Maria Reparadoras completam 99 anos em solo acreano

Compartilhe nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
X
Telegram

No dia 14 de novembro, último sábado, as Irmãs Servas de Maria Reparadoras completaram 99 anos em solo acreano. E para celebrar essa data, será celebrada, nesta terça-feira (17), uma missa em homenagem aos 99 anos de serviços prestados em nosso estado.

 A missa será presidida pelo padre José Cleocimar, com participação e organização das irmãs, e vai ser transmitida, ao vivo, pela TV Diocese, canal 35.1, às 17h45. Com a chegada dos 99 anos, será dada a abertura do ano do centenário das Irmãs Servas de Maria Reparadoras, que acontece em 2021.

História e atuação das Irmãs Servas de Maria Reparadoras no Acre

As Irmãs Servas de Maria Reparadoras chegaram pela primeira vez ao Brasil no ano de 1921, a convite de Dom Próspero, para atuar em solo acreano, no município de Sena Madureira, praticamente no início da criação da Prelazia.

A história das Servas de Maria se confunde com a história de Sena Madureira, atuaram na educação, e saúde do município. O colégio Santa Juliana, por muitos anos funcionou sob os cuidados das irmãs, onde cuidavam das meninas órfãs que chegavam dos seringais. A educação era oferecida em vários níveis para a juventude.

Em Rio Branco as irmãs atuaram na Santa Casa de Misericórdia, e em Xapuri, assumiram o colégio Divina Providência e o hospital Epaminondas Jácome, resolvendo os graves problemas educativos e de saúde daquele município. Em vários outros munícipios há registros da passagem das Servas de Maria Reparadoras, sempre atuando em prol da educação e saúde dos mais necessitados. 

Fonte: Diocese Rio Branco

Publicações recentes