Dehonianos em festa!

honianos

Hoje, 12 de agosto, celebramos o falecimento de Padre João Leão Dehon (1843 – 1925), Fundador da Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus. Apesar de sua partida, seus ensinamentos e carisma continuam vivos entre nós, em suas obras e em milhares de religiosos membros da Congregação.

Dehon foi um homem a frente de seu tempo, dedicando-se intensamente a vida acadêmica e pastoral, voltando-se ao debate da questão social. Após ser acometido por uma epidemia de gastroenterite, Pe. Dehon, aos 82 anos, em seu leito de morte diz suas últimas palavras apontando para a imagem do Coração de Jesus: “Por Ele vivi, por Ele morro”.

Depois da morte de Pe. Dehon foi encontrado entre as suas cartas um envelope com esta escrita: “Pacto de Amor”; no interior havia um documento, escrito por seu punho: “Jesus meu, diante de ti e do teu Pai celeste, na presença de Maria Imaculada; minha mãe, de São José, meu patrono, faço voto de consagrar-me por puro amor ao teu Sagrado Coração, de dedicar a minha vida e as minhas forças à obra dos Oblatos do teu Coração, aceitando, desde já, todos as provações e todos os sacrifícios que te aprouver pedir-me…”1

Uma expressão vivida, sentida e efetivada como profetas do Amor e ministros da Reconciliação. No tempo presente, as expressões de João Leão Dehon se concretizam no desdobrar de um carisma inspirado e inspirador:

– Nas obras educacionais
– No apostolado Social
– Na vida pastoral
– Na comunhão fraterna e religiosa
– No partir do pão
– No amor e na reparação
– No coração dos jovens
– No testemunho dos mais vividos
– No cultivo das vocações

A ele atribuímos os valores e o nome de nossa instituição e compartilhamos de seu coração sonhador por justiça ao coração de tantos outros que partilham o mesmo sentir.

Fonte: dehoniana.edu.br

Parabéns aos dehonianos!

Posts relacionados