COMINA realiza Assembleia e atualiza Regulamento

Por Jaime Carlos Patias| 03.03.13| Refletir sobre a identidade, seus horizontes e sua organização foi objetivo da 30ª Assembleia do Conselho Missionário Nacional (COMINA), instituição da CNBB, destinada a articular os organismos Missionários da Igreja no Brasil.

O encontro reuniu na seda das Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília, cordenadores dos Conselhos Missionáriaos Regionais (COMIRES), bispos referencais para a Ação Missionára nos regionais da CNBB e representantes de organismos e instituições missionárias, membros do COMINA.

Os trabalhos iniciaram nesta sexta-feira, (1º) com uma missa presidida pelo secretário Geral da CNBB, dom Leonardo Steiner e encerram no domingo (3) com uma celebração de envio animada por dom Sérgio Braschi, bispo de Ponta Grossa (PR), presidente da Comissão para a Ação Missionária da CNBB e presidente do COMINA. Um grupo de crianças da Infância e Adolescência Missionária (IAM) de Sobradinho marcou presença com uma encenação sobre a missão no coração da Igreja.

O teólogo e assessor do Conselho Indigenista Missionária (Cimi), padre Paulo Suess, trouxe reflexões sobre as origens da Missão. “A atração de Deus está na raiz da natureza missionária. É do Deus-amor que brota a missão”, afirmou. “Os missionários e as missionárias não são caçadores de borboletas, mas zeladores das flores de um jardim que atrai as borboletas. Não salvam almas, mas vidas. O Bom Pastor vai atrás da ovelha perdida, mas quem atrai é Deus presente na ovelha perdida e naquele que caiu na mão do ladrão e é encontrado pelo samaritano”.

A animação missionária entendida como convocação para um novo re-encantamento pela missão, em especial a aquela Ad Gentes além-fronteiras, foi outro tema de estudo. A reflexão suscitou elementos em vista da elaboração das Diretrizes para a Animação e Cooperação Missionária da Igreja no Brasil, nos seus fundamentos, articulação e tarefas.

A programação da Assembleia abriu espaço ainda para atualizar o Regulamento do COMINA com o objetivo de adequá-lo à realidade da Igreja e aos desafios do mundo contemporâneo. Feita as devidas alterações, a nova versão do Regulamento foi aprovada por unanimidade e deverá agora ser homologado pelo Conselho Permanente da CNBB. O documento serve para orientar o trabalho também nos regionais e dioceses.

O diretor nacional das POM, padre Camilo Pauletti, falou sobre a preparação do 4º Congresso Missionário Americano e 9º Congresso Missionário Latino-Americano (CAM 4 – Comla 9), a realizar-se na Venezuela nos dias 26 de novembro a 1º de dezembro. Apresentou o Instrumento de Participação do CAM 4 – Comla 9, edição em português. As 150 vagas destinadas ao Brasil foram distribuídas entre os regionais.

A assembleia tomou conhecimento sobre as várias atividades das POM e a produção do material da Campanha Missionária 2013 que este ano tem como tema “Juventude em Missão”. Por fim, o tesoureiro do COMINA, padre Sidnei Dornelas fez a prestação de contas.

Para dom Sérgio Braschi, a Assembleia “foi um momento de partilha, oração, animação e formação. Aprofundamos temas importantes sobre a missão hoje nesse mundo secularizado e pluricultural e vimos como fundamentar a nossa missão na Missão de Deus que atrai o ser humano pelos caminhos da história”.

Irmã Emília Altini, vice-presidente do Cimi, destacou a importância da daquele organismo na Assembleia do COMINA. Segundo ela, serve para “tornar presente os povos indígenas e também as populações tradicionais no processo de evangelização nas diferentes áreas. Os povos indígenas nos evangelizam. O evangelho deles para nós é uma resposta de que Jesus Cristo está presente e faz com que eles sejam mais resistentes nas suas lutas pelos seus territórios assegurando a sua identidade”.

Na avaliação da assessora da Comissão para a Ação Missionária da CNBB e secretária executiva do COMINA, Irmã Dirce Gomes da Silva, a Assembleia cumpriu com o seu principal objetivo que é: “articular, organizar e unir as forças missionárias. O encontro foi importante pela comunhão eclesial. Deu para sentir que houve uma partilha de vida através da animação que acontece nos regionais”, sublinhou.

Posts relacionados

Escola Vocacional 2023

Aconteceu de 23 a 28 de janeiro de 2023 a Escola Vocacional em Brasília promovida pelo Instituto dos Irmãos Maristas em parceria com CRB Nacional

Leia mais »