Jovem Consagrado compõe hino para os 60 anos da CRB

  “Que alegria é partilhar o pão da vida, na Eucaristia nossos laços se refazem”             

                  {mp3remote}https://www.crbnacional.org.br/site/images/audios/hinocrb60anos.mp3{/mp3remote}

                                    Entrevista com

                                                                          Tállison Ferreira

Por Rosinha Martins| 24.09.14| Tállison Ferreira da Silva é o seu nome. Jovem religioso, há 8 anos consagrado ao Senhor,natural de Assu-RN. Nas veias, corre o sangue permeado pelo dom da música, herdado do pai e parentes.  Mas a função do Tállison não é só cantar. Ele se dedica, na CRB de Recife,  na  luta contra o Tráfico de Pessoas junto a outros religiosos. 25 anos, apenas, com uma vida carregada de dons, amor e doação no serviço ao Reino de Deus. Em vista dos 60 anos da CRB, Tállison foi o compositor de uma canção que toca no horizonte bíblico que tem animado a caminhada da CRB: “Os discípulos de Emaús.

Conversemos um pouco com Tállison para conhecermos um pouco mais da sua trajetória.

 Qual seu nome completo?

Tállison: Tállison Ferreira da Silva.

2. Qual seu lugar de origem?

Tállison: Sou natural da cidade de Assu, distante da Capital – Natal – 209 kilometros, no Estado do Rio Grande do Norte/RN.

3. Há quanto tempo está na  Vida Religiosa?

Tállison: Tenho 8 de Vida Religiosa e 4 anos de Consagrado, portanto, sou Irmão Juniorista.

4. Qual a sua congregação?

Tállison: Pertenço a Associação Pública de Fiéis Filhos de Sant’Ana, uma associação de origem Italiana.  Esta Associação q ainda não é uma Congregação, embora esteja no seu processo de institucionalização. Existem as Irmãs Filhas de Sant’Ana, desde do século XVIII, mas o ramo masculino surgiu em um dos Capítulos Gerais das Irmãs em Roma, no ano de 1993, onde temos a nossa sede.  Existimos  há 21 anos no seio da Igreja. Temos o padre Valdo Feitosa como Responsável Maior, porém, até nos tornarmos Congregação – Instituto, quem responde de forma direta diante da Igreja é a Madre das Filhas de Sant’Ana, Irmã Maria Luiza Pandrina.

5. Qual é o carisma da Associação?

Tállison – Temos como Carisma a identificação com Cristo crucificado no mistério de sua pobreza e vivemos isto a partir da nossa Espiritualidade: Espirito de Família, Doação Paterna e Pobreza de Coração. Estamos presentes nos seguintes países: Brasil, Peru, Bolivia, Italia, Quênia e Filipinas.  Ao todo, somos mais de 90 membros em todo o mundo. No Brasil, porém, entre formandos e Irmãos, somos 32. Eu sou juniorista do quarto ano. A gente pode renovar os votos até no mínimo 3 vezes e no máximo, 5 vezes, antes de fazer os votos perpétuos.

Atualmente resido na Comunidade de inserção presente no território paroquial de São Sebastião no Bairro do Alecrim em Natal/RN.

6. O que te motivou escrever um hino dos 60 anos?

Tállison: Antes de tudo, o carinho que tenho pela Vida Consagrada Religiosa, a própria alegria contagiante da festa dos 60 anos da Conferencia dos Religiosos do Brasil, a CRB em si e depois pelo entusiasmo do convite feito pela Irmã Maria Elizete Bezerra – pertencente a Congregação Servas do Coração Imaculado de Maria – coordenadora   do Núcleo da CRB – Natal.

7. Em que se baseou para escrever o hino?

Tállison: Para tal composição, me baseei no tema central da Assembleia Eletiva da CRB – Nacional de 2013 “Permanece Conosco” (Lc 24,29) e, por conseguinte, naquilo que traduz a Vida Religiosa, como por exemplo as palavras chaves: Amor, doação, missão, alegria, Eucaristia. Etc.

8.  Como surgiu o hino?

Tállison: O hino surgiu a partir do convite feito a mim, por Irmã Maria Elizete Bezerra, coordenadora da CRB, núcleo – Natal/RN. Irmã Elizete, a principio, queria um refrão pequeno e de fácil melodia para que os participantes da Assembleia Regional Recife/PE (12 a 14 de setembro 2014), pudessem cantar no momento da oração de abertura, sendo esta de responsabilidade da CRB núcleo de Natal.

Compus um pequeno refrão e enviei para que Irmã Elizete pudesse ver com Irmã Priscila Daniele – Congregação  Irmãs de Nossa Senhora do Bom Conselho, residente em Recife/PE e  responsável  pela escrita da partitura –  se o refrão estava bom. Na hora de fazer a partitura, a Irmã Priscila Daniele –– disse: “Sinto que falta mais alguma coisa”. Daí, fiz a música toda, três estrofes e o refrão. Letra e música de minha autoria e a partitura autoria da Irmã Priscila Daniele.

9.  Ha muito tempo se dedica à música?

Tállison: Desde os meus 12 anos venho me dedicando a música. Acredito que está no sangue da minha família o zelo e o encanto pela música, pelo som. Minha mãe adorava cantar. O meu pai é um apreciador do forró, porém é mais seguro na dança. Além disso, tenho um irmão que canta e toca, sem falar nos tios que segura bem a sanfona e embalam o baião, típico do Nordeste.

10. Atualmente qual é o seu trabalho missionário?

 Tállison: Atualmente venho coordenando a Rede um Grito pela Vida em Natal/RN juntamente com uma equipe de dez pessoas. Além disso, sou secretário do Núcleo CRB Natal/RN. Sou escritor e estudante no Curso de Licenciatura em Filosofia  pela Faculdade Dom Heitor Sales  e encontrando-me dentro do processo da formação sacerdotal.

11. O que você espera do Ano da Vida Consagrada? 

Tállison: Espero que seja um ano propício de reflexão sobre a nossa identidade, isto é, quem somos, onde estamos e para onde queremos ir enquanto Irmãos Consagrados, vocacionados a testemunhar o Cristo Vivo e Verdadeiro no mundo de desafios e contradições.  Espero também que seja mais um tempo que Deus nos oferece para que possamos estreitar os laços da comunhão fraterna.

12. Que mensagem você deixa para a VC neste ano em que a CRB completa 60 anos?

Tállison: Irmãos e Irmãs, peço a todos que compõem a Conferencia dos Religiosos no Brasil, CRB que não sustentem a bandeira ou a concepção da ideia de que estamos velhos, ultrapassados, isto por completarmos 60 anos de presença no seio da Igreja.  Devemos sustentar a bandeira da vitalidade, de que estamos mais maduros e que por isso temos mais força e resistência para seguir o caminho que Deus nos aponta através do Seu Filho Jesus. Parabéns a todos nós por tanto amor, por tanta dedicação e por tanto tempo doado no cultivo da seara do Senhor!

Partitura

Posts relacionados

Dehonianos em festa!

honianos Hoje, 12 de agosto, celebramos o falecimento de Padre João Leão Dehon (1843 – 1925), Fundador da Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de

Leia mais »

O túmulo de um bispo

Aqui foi enterrado um santo profeta, que, até na morte, continua profetizando. Pedro Casaldáliga, “Anjo” da Igreja de São Félix do Araguaia. Santo Súbito! Do

Leia mais »