A CRB Nacional expressa sinceros sentimentos pela passagem da missionária Irmã Bernardete Fengler, da Congregação Notre Dame, falecida quarta-feira (20), na cidade de Chimoio, Moçambique, onde exercia sua atividade em Jécua. Foi vítima de um acidente automobilístico.

Irmã Bernardete era natural de Carazinho (RS) e sua vida foi marcada pela adesão total ao Mestre, a ponto de partir para a missão da congregação em Moçambique, depois de exercer inúmeras atividades no Brasil.

No dia 5 de janeiro de 2016 esteve visitando sua família e participando do Capítulo da Congregação. Dois dias depois retornou a Chimoio, onde sofreu um acidente que a levou ao hospital, vindo a falecer.

Há mais de vinte anos que a congregação exerce missão além-fronteiras em Moçambique. Em 1994, a Congregação Notre Dame assumiu um trabalho de formação de lideranças na diocese e trabalhos sociais, tais como: organização e construção de escolas comunitárias, latrinas e furos para água, saúde preventiva, alfabetização de mulheres, grupos de mulheres para produção de pão.

No ano de 2000 assumiram o Lar Feminino com 84 internas de 8ª à 12ª classe na missão de Jécua. E continuaram com o trabalho de pastoral da saúde, grupos de mulheres, pastoral paroquial e saúde preventiva.

A comunidade Mai a Murungu de Jécua está atualmente com as seguintes atividades: educação de meninas adolescentes e jovens no Lar Cristo Rei, medicina natural, direção da escola secundária comunitária Cristo Rei de Jécua, projetos pastorais, Comissão de Justiça e Paz, cujo objetivo é ajudar na emergente reconstrução do país. Oferece ainda, assistência aos pobres, viúvas, elaboração de material para as pequenas comunidades cristãs da paróquia.

A congregação colabora nas pastorais da paróquia, catequese de jovens, famílias, Infância Missionária, Justiça e Paz e evangelização. Apoia as comissões diocesanas e Universidade Católica de Moçambique. Irmã Bernardete esteve envolvida em todas estas iniciativas.

Comunidade Júria Munatsi – Chimoio

No ano de 2001, foi formada uma nova comunidade no bairro Sete de Abril, na cidade de Chimoio, capital da província de Manica, onde existe uma casa de formação para vocacionadas à vida religiosa.

Nesta localidade existia a necessidade de uma escola informal para as crianças que ali viviam, pois parte delas passavam o dia brincando nas ruas.

Em janeiro de 2010, iniciou-se a construção de um alpendre, em julho do mesmo ano começaram as atividades com 50 crianças na faixa etária de 3 a 5 anos. Em maio de 2011, foi a inauguração da escola, com 60 alunos divididos em três turmas conforme a idade de 3 a 5 anos. Em 2012 aumentou para 105 crianças. Em 2013 iniciou a 1ª classe, e assim, gradativamente, com a escola básica, de 1ª a 7ª classe.

Além da escola, a comunidade tem ainda as atividades da casa de formação de aspirantes; comunidade cristã local; catequese, vocações, pastoral do dízimo, Legião de Maria, Infância e Adolescência Missionária, formação de lideranças, ministros da Eucaristia e participação nas comissões diocesanas.

O acidente

Assim descrevem as Irmãs o fato:

Irmã Maria Bernardete voltou do Capítulo Provincial e suas férias no Brasil no dia 6 de janeiro. Estava muito feliz e queria saber de tudo e todos. No dia 7, Ir. Emília veio com um motorista de Jécua para buscá-la em Chimoio e levá-la para sua missão em Jécua. Já perto de casa, a uns 20 km, um pneu dianteiro estourou e o carro despistou e bateu contra uma árvore. Irmã Bernardete sofreu fratura de perna, e três costelas.

Foi atendida prontamente no hospital de Manica e de lá transferida para o hospital Provincial de Chimoio.

Estava se recuperando aos poucos e contava ter alta no dia 18. Porém, no dia 17 de madrugada, sofreu uma trombo flebite, em uma área bastante grande na perna esquerda que não sofrera com o acidente. E também foi constatado uma hiperglicemia. Atendida pelos médicos foi transferida para a sala dos cuidados intensivos. Foi bem atendida, e todos fizeram grandes esforços para sua recuperação, contudo seu estado era grave.

Hoje, dia 20 de Janeiro, pelas 16 horas teve um trombo embolia pulmonar que a levou a morte. Todas ficamos muito surpreendidas com esta notícia, embora soubéssemos da gravidade de sua situação.

Durante os dias de internamento, nossa querida Irmã Bernardete não perdeu seu humor e a alegria que lhe eram características. Sempre estava muito animada e esperançosa e não via hora de ter alta.

Desde o momento do acidente até agora, sempre tivemos o apoio de muitas pessoas de perto e de longe. Agradecemos de modo especial a D. Francisco Silota, bispo diocesano, pela solidariedade e presença, bem como de todos os padres, religiosas e fiéis leigos.

Irmã Bernardete foi uma irmã de Notre Dame, missionária feliz, dedicada, despretensiosa, acolhedora, uma boa irmã…

Ela nos deixa e deixa um grande vazio. Mas como ela, queremos acolher a “Vontade de Deus”. Chimoio, 20 de janeiro de 2016.

Irmãs de Notre Dame em Moçambique”

A CRB Nacional se une às Irmãs de Notre Dame e à família de Irmã Bernardete, garantindo a certeza da unidade neste momento de passagem.

Segue mensagem da Superiora Geral das Irmãs de Notre Dame, Irmã Araci M. Ludwig

Queridas irmãs, em Moçambique, queridos amigos, é difícil para nós não estarmos com vocês. É-nos difícil entregar Bernardete, mas o fazemos com desprendimento e humildade. Nos curvamos diante da vontade de Deus e procuramos ler seus sinais. E, conforme sua vontade declarada, “que quando morrer quero ser enterrada no local (país) onde estou vivendo”. Portanto, seu corpo ficará na terra sagrada da África, será semente de novas vocações missionárias. Honremos suas virtudes, sua alegria, sua disponibilidade, seu amor à vocação e sua dedicação no seguimento de Jesus Cristo como Irmã de Notre Dame. Também nós, em nossas comunidades, fazemos a renovação dos votos, como sinal dessa entrega a Deus.

Queridas irmãs, fiquem firmes, Deus estará sempre com vocês. Continuem a querer-se bem e trabalhar com alegria na missão. Caridade sobretudo e sempre. O povo a quem servimos merece nossa doação despretensiosa e feliz. Maria, nosso modelo de seguimento, cubra a cada uma com seu manto protetor e guie na caridade, na paz, na alegria a vocês e as pessoas a quem vocês servem na missão.

Com a bênção do bom e providente Deus,

Ir. Araci M. Ludwig, snd

Fonte: Irmãs de Notre Dame

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?