Por padre Edegard Silva Junior|11.02.14| “Salvador, 11 de fevereiro de 2014 – Querida CRB Nacional: somos a Regional mais antiga do Brasil. Consta nos registros que a Regional Bahia e Sergipe foi criada na primeira semana de estudos dos religiosos/as destes dois estados. Este encontro aconteceu de 07 a 14 de fevereiro de 1955. Sua primeira sede foi no Colégio das Mercês, das Irmãs Ursulinas. Em comemoração aos sessenta anos da fundação da CRB Nacional,  manifestamos nossa alegria em perceber no decorrer destas seis décadas a grandiosa missão desta Conferência, em animar e representar a Vida Religiosa Consagrada do nosso país”.  O cartão está pronto! Pra onde e pra quem devo enviar?

Pra Brasília? Pra Diretoria Nacional? Talvez reproduzir vinte cópias e enviar a cada Regional? E agora? A dúvida continua pois num país de dimensão continental como festejar e homenagear a Conferência dos Religiosos do Brasil?

Creio que celebrar 60 anos da CRB Nacional é homenagear a vida de cada religiosa e religioso presente em tantos municípios do nosso país e aquelas/es que partiram em missão para além fronteiras. Celebrar 60 anos da CRB e trazer a VRC presente em cada beco, viela, periferia, conjuntos habitacionais, escolas, hospitais, projetos sociais, pastorais sociais, etc. Ali onde acontece o ANUNCIO da Boa Nova e exercemos nossa PROFECIA.

Nesta partilha opto  em não apresentar o número de quantos somos a nível nacional, mas em dizer que a Conferência dos Religiosos do Brasil acontece a partir da presença de cada comunidade em missão.

A festa é nossa! Nossa porque todos nós, religiosas e religiosos…

Somos os PÉS da CRB – Contemplando os pés da VRC podemos afirmar que Cristo continua andando na terra através da nossa missão. Pés subindo morro, pisando barro do carro atolado; pés caminhando nos corredores e quartos dos hospitais e colégios;  pés que caminham para os Círculos Bíblicos nas Comunidades Eclesiais de Base… Pés que em todas as situações sempre caminham e resistem. A fé está em seus pés que não deixam o chão e continuam fazendo caminho numa teimosa caminhada.

Somos as MÃOS da CRB, numa atitude constante de “Cirineus” – homens e mulheres que aprenderam do Mestre Jesus, a carregar a carregar a cruz  de tantos crucificados da história. Mãos solidárias, mãos que consolam crianças, jovens e anciãos. E quando tantas pessoas começam a afundar, A VRC tem aprendido a “estender a mão e segura-los”, assim como fez Jesus.

A festa é nossa! Nossa porque todos nós, religiosas e religiosos…

Somos os OLHOS da CRB – olhos abertos, atentos, tal qual cantamos de norte a sul deste país: “De olhos fixos em Jesus, avançaremos sempre além”, pois “é o nosso olhar o olhar de Deus que se inclina sobre o rosto sofredor”.

Somos os OUVIDOS da CRB –  temos procurado ouvir o clamor que brota da terra, e rezado:  “Senhor, tira o algodão de teu ouvido e ajusta os óculos. Escuta o clamor de teu povo,  grito mais forte que o rumor das cataratas do Iguaçu, mais denso que a fumaça sobre Hiroshima, quando da explosão da bomba atômica.Vê a angústia de teu povo, angústia maior dos que, outrora, viram a destruição da Cidade Santa e tomaram o rumo de Babilônia”.

Embora na sua destinação original, a homilia do Papa Francisco dirigida aos padres, por ocasião da Missa Crismal na quinta feira santa de 2013, podemos ampliar e dizer que enquanto VRC somos também as “narinas”da CRB. Somos também convocados/as a nunca se afastar dos pobres. Faz parte da nossa identidade sentir “o cheiro das ovelhas”. Neste ano jubilar serve para nós as palavras do Papa Francisco: “sede pastores com o «cheiro das ovelhas», que se sinta este –, serem pastores no meio do seu rebanho, e pescadores de homens. É um bem que a própria realidade nos faça ir para onde, aquilo que somos por graça, apareça claramente como pura graça, ou seja, para este mar que é o mundo atual onde vale só a unção – não a função – e se revelam fecundas unicamente as redes lançadas no nome d’Aquele em quem pusemos a nossa confiança: Jesus”.

A festa é nossa! Nossa porque todos nós, religiosas e religiosos…

Somos o CORAÇÃO da CRB – Completar 60 anos significa também a “idade” de fazer uma bateria de exames para ver como anda a nossa saúde. Cuidar do corpo para assumir a missão com mais vigor. Sem dúvida alguma neste “check-up” é preciso saber como está o nosso coração… Neste sentido diz o Pe Hilário França, da Congregação dos Sagrados Corações: “Para os evangelhos o coração aparece como o centro da pessoa, intocado por tudo o que é meramente exterior e, ao mesmo tempo, fonte de tudo o que o ser humano exterioriza.  O ser humano  parece ter perdido o coração. E todos nós, na medida em que participamos da cultura pós moderna, estamos ameaçados de perder também o contato com o nosso centro interior”. Portanto, neste ano jubilar, rezemos por toda vida religiosa, para que tenha o coração semelhante ao de Jesus: cheio de compaixão com os pobres e solidário com os que sofrem.

Desde a Regional Salvador, que pode ser chamada da “filha mais velha” sentimo-nos participantes desta história e cúmplices deste sonho comum.  Neste ano jubilar queremos registrar a presença da VRC nestes dois estados. Trazer a vida das pessoas comprometidas com o Reino da Vida. Trazer em forma de prece o estado de Sergipe com sua população de 2.068.031 habitantes (571 mil em Aracaju). Sergipe conta com 322 religiosas/os.  O  Estado  do Sergipe conta com 75 municípios e a VRC se faz presente em 30 – significa 40%.

Da mesma forma elevar a Deus nossa gratidão pela presença da VRC no Estado da Bahia, com uma população de 15.044.127 habitantes.  A cidade de Salvador  tem uma população de  2 998 056 habitantes. O Estado da Bahia tem 417 municípios e a VRC está presente em 150 – significa 36%.  O total de Religiosas e Religiosos neste Estado é de 1.588. Destes, 661 estão na cidade do Salvador, o que significa 35% do total.

Podemos afirmar que a CRB Regional Salvador é marcada pela dinamicidade dos seus grupos. Alguns caminham bem. Outros estão com dificuldade de encontrar religiosas/os que prestem o serviço da animação e articulação. Contamos com vinte grupos que animam a formação inicial e permanente.

Neste chão nordestino, marcado por tantas contradições e dificuldades, somos gratos a Deus pela caminhada da Conferência dos Religiosos do Brasil. Olhando a nossa trajetória entre muitas decisões corajosas inspiradas  na Palavra de Deus, dissemos: “avance” ( 21ª AGE), reafirmamos nosso primeiro amor ao convocar a VRC a ter os: “olhos fixos em Jesus” (22ª AGE).  Agora, caminhando na estrada de/com Jesus, a 23ª AGE de coração agradecido por tantos sinais luminosos rogamos ao Ressuscitado:  ‘PERMANECE CONOSCO”.

 Pe. Edegard Silva Júnior

Missionário Saletino

Membro da Equipe de Coordenação da CRB Regional Salvador

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?