Nota de solidariedade da CRB Nacional à Família Passionista

Compartilhe nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
X
Telegram

A CRB Nacional expressa dor, preces e solidariedade

à Família Passionista, aos amigos e familiares do Pe. Marcos Leite Azevedo, CP, pela sua Páscoa definitiva.

Ir. Eliane Cordeiro de Souza, mc

Presidente da CRB Nacional

Brasília, 3 de agosto de 2022

 

Nota de Pesar e Esperança de Dom Peruzzo

Dom Peruzzo escreve nota de pesar e esperança pelo falecimento do padre Marcos Leite
Publicado em 3 de agosto de 2022 Arquidiocese 

Com imenso pesar deparamo-nos com a notícia da morte trágica do querido Padre Marcos Leite Azevedo, CP. Desde sua chegada à nossa Arquidiocese evidenciava-se a paixão pessoal no exercício ministerial. Gostava de ser padre. Nasceu em 21 de setembro de 1963 na cidade de Carmo do Rio Claro (MG). Professou a regra dos Passionistas em 21 de janeiro de 1989 e foi ordenado sacerdote em 16 de janeiro de 1994.

Sua participação no serviço evangelizador em nossa Igreja Particular de Curitiba, nas duas vezes em que esteve entre nós, foi muito efetiva. Aliás, foi assim em todos os lugares onde atuou. Era uma presença marcante. Especialmente, lembramo-nos de seu carinho no atendimento pessoal de seu povo.

No dia em que descobrimos o seu falecimento, o Evangelho lido em nossas liturgias (Mt 14, 22-36) relatava Jesus a caminhar sobre as águas agitadas pelo vento. Era uma força que soprava na direção contrária à barca de Pedro. O caminho de Jesus sobre as águas evoca-nos o senhorio de Jesus sobre as forças obscuras do mal que habitam sob o mar e avançam contra a Igreja. Nesta hora de sofrimento, poderíamos gritar de medo como os Apóstolos. Mas é o próprio Jesus quem nos diz: “Coragem! Não tenhais medo! Sou eu!” (Mt 14,27). É Ele quem nos tomará pela mão e nos ajudará a enfrentar esta dolorosa turbulência.

Temos convicção que o Senhor Deus da vida o acolherá, pois somente Ele pode compreender todos os segredos e dores dos seus filhos. Rogamos à Bem-Aventurada Virgem Maria, a Senhora das Dores, e a São Paulo da Cruz – apóstolo do amor de Cristo sofredor, que sejam intercessores e consoladores dos familiares, dos amigos, dos irmãos e padres da Congregação da Paixão de Jesus Cristo – os Passionistas.

Que o emblemático sorriso do Pe. Marcos inspire muitos gestos de perseverança e confiança em todos os que faziam parte do seu círculo de amizade e comunhão. Que o Espírito Santo de Deus sustente a fé esperançosa em tantos corações que testemunharam a sua entrega a Deus nesses 28 anos de sacerdócio.

Curitiba, 03 de agosto de 2022.

DOM JOSÉ ANTONIO PERUZZO

Arcebispo Metropolitano de Curitiba

Publicações recentes