Canonização da Santa Maria Francisca de Jesus Rubatto

Roma, 15 de maio de 2022.

Madre Francisca Rubatto, a primeira santa do Uruguai
Fundadora das Irmãs Capuchinhas de Madre Rubatto

Irmã Maria Francisca de Jesus, nascida Anna Maria Rubatto (1844-1904), fundou a Congregação das Irmãs Terciárias Capuchinhas de Loano na Italia.

Sua vida e vocação
Anna Maria Rubatto nasceu na Itália, em Carmagnola, perto de Turim, dia 14 de fevereiro de 1844. Durante anos ela se dedicou ao voluntariado, à assistência aos pobres, visitando os doentes no hospital de Cottolengo, trabalhando no Oratório Dom Bosco e para a confraria das Senhoras de Caridade de São Vicente.

Em 1884, um episódio aparentemente casual, mudou sua vida. Anna Maria tinha 40 anos de idade.

Durante uma estadia em Loano,  no norte da Itália, passando por um canteiro de obras, ela socorreu um jovem operário, ferido na cabeça por uma pedra que tinha caído do andaime. Seu gesto de cuidado não passou despercebido: um padre capuchinho, que há algum tempo queria fundar uma comunidade religiosa feminina dedicada a cuidar dos doentes e dos pobres da cidade. Convidou-a a se unir a eles, aliás para guiar a comunidade.

O pensamento e a missão de Madre Francisca Rubatto

“Devemos ter a coragem de ir onde a Providência nos chama” é a mensagem que nos deixa Madre Francisca Rubatto, segundo seu postulador Frei Carlo Calloni, OFMCap, “servir os irmãos sem reservas e sem limites”.

Seu exemplo de vida e doação pelo Reino, a grande disponibilidade em servir, sobretudo, os mais pobres e humildes,  tem muito a  ensinar ao mundo de hoje.

Beatificação e canonização

São João Paulo II a proclamou Beata em 1993.

O Papa Francisco a canonizou, na Praça de São Pedro, no domingo, dia 15 de maio de 2022.

A festa de sua canonização para o Instituto das Capuchinhas de Madre Rubatto, é de imensa alegria e desperta para o cuidado com a vida ameaçada na defesa da paz e da justiça, semeando a esperança.

 Que Santa Francisca de Jesus Rubatto, interceda pela Igreja e para o surgimento de novas vocações a serviço da vida e da missão.

Gratidão a Deus Pai, por nos ter dado esta mulher forte na fé, corajosa e destemida, incansável em atingir fronteiras.

As Irmãs Capuchinhas de Madre Rubatto  estão na Região Brasil – Peru – Santa Clara de Assis

Posts relacionados

Junho do Meio Ambiente

Com participação exclusiva de: Aline Souza, catadora da Cooperativa Reciclo. Diretora Presidente da CENTCOOP DF. Ivo Poletto, assessor/membro do Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Socioambiental

Leia mais »

Nota do CIMI

Nota do Cimi O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) manifesta sua solidariedade ao povo Guarani e Kaiowá e cobra justiça pelo assassinato de Vitor Fernandes “Eu

Leia mais »