Salesianos são assassinados na Venezuela

Por Rosinha Martins| 18.02.14| A CRB Nacional expressa sinceros sentimentos à Congregação dos Salesianos de dom Bosco pela perda dos co-irmãos , o padre Jesús Plaza, 80, e o Irmão Luis Sánchez, 84, assassinados a facadas, na noite do último dia 15, sábado, na cidade de  Valencia, Venezuela. Um outro salesiano, padre David Marín, 64, se encontra internado, mas não corre risco de morrer.

De acordo com informações da polícia, dois menores entre 13 e 15 anos abordaram os religiosos na comunidade do Colégio onde trabalhavam com a intençao de roubar. Levaram dinheiro, celulares, computadores, objetos litúrgicos como a âmbula que continha hóstias consagradas, as quais ficaram espalhadas pelo chão.

O diretor da casa Dom Bosco, padre Fernando Santana falou expressou-se sobre o acontecido e fez um pedido. “Que o caso não seja tratado como uma questão política, mas como uma tragédia causada pela ‘realidade social’, do país, relatou.
O vigário geral da Arquidiocese de Valência se expressou em mensagem via Twitter. “Imensa dor pelo sangue dos salesianos que deram a vida pelo nosso povo”. E acrescentou com uma prece. “ Senhor, no meio de tanta dor e confusão, obrigado por todos os salesianos, pelo que fizeram por nós em seu nome. O Plaza é, agora, com Maria, auxílio dos cristãos no céu”.

Em comunicado à Imprensa, os salesianos enviaram nota de pesar pela morte brutal dos confrades e preocupação com a situação de violência no país.

Leia no texto na íntegra

“A Igreja Católica, na Venezuela, sofreu uma perda irreparável pela morte de dois religiosos da Família Salesiana, que com grande dedicação se dedica a servir a muios jovens necessitados, no vasto âmbito educativo do País.

Comunicamos com profunda amargura no coração esta trágica e dolorosa notícia: pela meia-noite do dia 15 de fevereiro, dois jovens, armados, entraram no Colégio Dom Bosco, de Valência, e por meio de uma ação violenta orientada à rapina assassinaram brutalmente dois anciãos: o padre Jesús Plaza, de 80 anos, e o Salesiano Irmão, Sr. Luis Sánchez, de 84 anos. Na luta para defender os seus coirmãos, foi ferido também o Diretor da Comunidade, padre David Marín, que, imediatamente submetido a intervenção cirúrgica, está fora de perigo.

Além dos abusos violentos nos ambientes da Comunidade, os facínoras entraram na Capela, ultrajaram e profanaram o Santíssimo Sacramento, roubando ornamentos e vasos sagrados.

O padre Jesús Erasmo Plaza Salessi (foto, à esquerda) nasceu em 2 de junho de 1934, em La Mesa de Ejido, no estado de Mérida. Fez a primeira profissão salesiana no dia 8 de setembro de 1952 e foi ordenado sacerdote no dia 15 de agosto de 1962, na Cidade de Guatemala, Guatemala, onde também fez os estudos de Teologia. Desempenhou o seu ministério sacerdotal com simplicidade, fraternidade e especial dedicação apostólica, quase sempre no âmbito da paróquia.

O Sr. Luis Edilberto Sánchez (foto,à direita) Morantes era originário de Boavita (Boyacá, Colômbia), onde nasceu em 23 de outubro de 1929. Professou a primeira vez como salesiano em 16 de agosto de 1956 em Los Teques (Venezuela). Seus estudos acadêmicos estiveram orientados à formação técnica com menção comercial, coisa que lhe permitiu uma longa e qualificada presença como religioso educador por entre os jovens dos Institutos salesianos de Sarría, de Puerto La Cruz e de Valência – Dom Bosco.

Junto com a dor pela perda desses dois idosos religiosos salesianos, sentimo-nos também profundamente angustiados pelos dois jovens que, confusos em suas almas, se lançaram a esses atos de vandalismo, com os quais também truncaram a vida de dois Homens totalmente devotados ao bem-estar das crianças, dos adolescentes e dos jovens mais pobres e necessitados.

Como Família Salesiana repudiamos todos os atos de violência dirigidos a quem quer que seja. Pedimos às Autoridades competentes se esclareça o acontecido, a fim de que possamos continuar pelas sendas da justiça social e da paz, de que tanto carecemos nestes últimos anos.

Convidamos a todos a fazerem uma prece pelo eterno descanso do P. Plaza e do Sr. Sánchez. Exortamos ao mesmo tempo a estar alertas e ativos para continuar a construir a sociedade venezuelana mediante a acolhida e a paz comum. A morte desses dois religiosos, que se dedicaram incondicionalmente à educação dos pobres, não fique impune. A memória de suas virtudes nos motivem a continuar na luta constante por um país livre e em paz”.

Fonte: catholicnewsagency.com/ olharjornalistico.com.br
Tradução: Rosinha Martins

Posts relacionados

É Advento!

É Advento! Tempo de caminhar na esperança! Tempo de esperançar! Tempo de estar vigilantes e atentos aos sinais dos tempos! Atentos aos sinais de que

Leia mais »