Portal

Páscoa definitiva do Padre Jesus Flores, grande comunicador da Palavra

Compartilhe nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
Telegram

O missionário redentorista padre Jesus Flores, de 88 anos, não resistiu à Covid-19 e faleceu na noite deste sábado (11/09), na UTI do Hospital do Coração, em Goiânia. Ele era referência do radiojornalismo de Goiás e do Brasil.

A unidade de Goiás da Congregação do Santíssimo Redentor publicou uma Nota para anunciar a morte do sacerdote, que possuía grande popularidade entre os fiéis católicos:

“Com profundo pesar, comunico a morte, nesta noite de sábado, do padre Jesus Flores. Uma voz forte em defesa da vida, que foi calada pela Covid 19. O jornalismo católico no Brasil deve muito ao padre Jesus, na prática do dia a dia. Ele era um operário da comunicação como nós. Descanse em paz!”

Padre Jesus Flores tinha 62 anos de sacerdócio e um dos pilares da sua atuação na Igreja Católica foi a propagação das devoções do Divino Pai Eterno e de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, nos meios de comunicação social, principalmente na rádio Difusora. Ele também era referência na análise dos cenários políticos locais, regionais e nacional.

Padre Jesus Flores era jornalista por profissão e sua história de vida é ligada a rádio Difusora Pai Eterno e foi um dos fundadores da Rede Católica de Rádio (RCR).

Mensagem da CRB Nacional

A CRB Nacional se solidariza com a família, os fieis, os comunicadores  e os padres Redentoristas, na Páscoa definitiva do Pe. Jesus Flores, e reza com todos os que sentem a partida do grande comunicador, com as palavras do próprio Jesus:

“Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Felizes os que são misericordiosos, porque encontrarão misericórdia.” (Mt 5,6-7)

 

Publicações recentes