De hábito e tênis, Irmãs Pequenas Missionárias fazem peregrinação até Aparecida

Por Vanessa Fernandes

Acostumadas a uma rotina diária de serviço aos necessitados e muita oração, cinco religiosas da Congregação das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, de São José dos Campos (SP), encararam entre os dias 26 e 28 de janeiro, um desafio diferente. Após vários meses de treinamento, vestidas com seus tradicionais hábitos, as religiosas incorporaram bonés, cajados, trocaram os sapatos pelo tênis e seguiram em peregrinação pelo trecho final do “Caminho da Fé” entre as cidades de Campos de Jordão e Aparecida, no estado de São Paulo.

Durante três dias de retiro, as cinco Pequenas Missionárias caminharam 74 km, contemplaram a natureza, pernoitaram em duas pousadas destinadas a peregrinos, rezaram pelas pessoas e pelas religiosas da Congregação, levaram intenções, pediram bênçãos para a visita canônica a todas as comunidades da Congregação, que será iniciada este mês pela Madre Superiora, e agradeceram a Deus a maravilha da criação.

A peregrinação aconteceu devido ao Ano Nacional Mariano, instituído pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e confirmado pelo Papa Francisco para celebrar, fazer memória e agradecer pelo jubileu dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição no Rio Paraíba do Sul por três pescadores.

Até 11 de outubro, todas as pessoas que “verdadeiramente penitentes e impulsionadas pela caridade” visitarem na forma de peregrinação a Basílica do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida, ou qualquer igreja do Brasil dedicada à padroeira obterá a indulgência plenária (perdão dos pecados).

As religiosas saíram de Campos do Jordão no dia 26 de janeiro, às 7h, e desceram a Serra da Mantiqueira por 22 km até Piracuama, que fica na zona rural da cidade de Pindamonhangaba (SP), chegando às 15h45 num ponto de parada. No segundo dia, andaram 28 km, das 7h às 17h.

Ainda faltavam muitos quilômetros de caminhada quando as Irmãs viram a torre da Basílica e começaram a fazer festa. Os pés já tinham dado sinais de que estavam esgotados, mas ver a torre foi motivo de grande alegria para elas que encontraram forças em Deus para chegar ao destino.

E no terceiro dia, após caminharem 24 km, as Irmãs chegaram aos pés de Nossa Senhora, agradeceram muito por todas as graças, entregaram as intenções que traziam e se uniram aos romeiros.

Caminho da Fé

As Irmãs Pequenas Missionárias seguiram até Aparecida pelo trecho final do Caminho da Fé, que foi inspirado no milenar Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, e criado para dar às pessoas que sempre fizeram peregrinação ao Santuário Nacional de Aparecida, todo apoio necessário.

Sempre a seguir as setas amarelas, o peregrino reforça sua fé ao observar a natureza privilegiada e supera as dificuldades do Caminho que é a síntese da própria vida. Aprende que o pouco que necessita cabe na mochila e vai despojando-se do supérfluo.

A Congregação

A Congregação das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada foi criada em São José dos Campos (SP), há 80 anos, por Madre Maria Teresa de Jesus Eucarístico, que está em processo de canonização. As obras sociais mantidas pela Congregação, que é representada pelo Instituto das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, estão presentes atualmente em doze cidades de cinco estados brasileiros e em quatro países (Brasil, Portugal, Itália e Moçambique). O carisma da Congregação é o atendimento aos enfermos em todos os aspectos, o atendimento aos idosos, promoção da catequese e participação em missões humanitárias.

Posts relacionados

É Advento!

É Advento! Tempo de caminhar na esperança! Tempo de esperançar! Tempo de estar vigilantes e atentos aos sinais dos tempos! Atentos aos sinais de que

Leia mais »