CRB Nacional expressa sentimentos pela passagem de Irmã Beatriz Maestri

Por Rosinha Martins|04 .08.14| A CRB Nacional (presidente, diretoria, assessoras e assessores executivos e funcionários), expressam à Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas, sinceros sentimentos pela passagem de Irmã Beatriz Catarina Maestri, que na última quinta-feira, 31, deixou a família, a congregaçao, os indígenas que amava e por quem dedicou tantos anos a vida como membro do CIMI-Regional Sul.

Em entrevista à assessoria de Comunicação da CRB Nacional, a vice-Superiora Provincial da Província Imaculado Coração de Maria, de Blumenau, da qual Irmã Beatriz era Superiora Provincial, Irmã Marlene Eggert,  falou sobre a causa mortis da co-irmã.

“Em nossa casa temos dois pisos. No terraço existe bolas de acrílicos  que servem como proteção, porém existe um corredor seguro por onde sempre passamos. De cima, podemos avistar embaixo, um jardim interno com canteiros de folhagens, envoltos com cimento. Não sabemos explicar como, mas supomos que ela deve ter optado por passar em meio aquelas bolas de acrílico, caiu em cima de uma delas e resvalou para baixo, bateu a cabeça no cimento dos canteiros”, disse.

De  acordo com Irmã Marlene, a cozinheira ouviu o barulho e encontrou a Irmã naquela situação. Ela foi socorrida imediatamente  e teve momentos de lucidez. “Em um momento ela olhou para nós e perguntou se estava tudo bem, e nós dissemos que queríamos que estivesse tudo bem com ela”, relatou Irmã Eggert.

Ainda segundo Irmã Marlene, só vieram a saber da gravidade do problema por volta das 21h, quando os médicos apresentaram o laudo médico. Ela tinha grande coágulo sanguíneo na cabeça. E entrou em coma forte. Às 22h53, ela veio a óbito.

Irmã Beatriz foi sepultada neste domingo, 03,  no cemitério municipal da cidade de Rodeio-SC. Em Rodeio nasceu a  Congregação  e se encontra a casa-mãe.

A presidente nacional da CRB, Irmã Maria Inês Vieira Ribeiro,  em nota, expressa em nome de toda a Equipe da diretoria, assessores/as e funcionários e de toda a Vida Religiosa do Brasil sinceros sentimentos pela passagem de Irmã Beatriz.

“Queridas Irmãs Catequistas Franciscanas,

Com o Salmista, uno-me a todas vocês neste momento de dor, pelo chamado definitivo que fez o Senhor a  Irmã Beatriz: “Ò Deus não fiques longe de mim. Meu Deus, vem logo ajudar-me”(Sl 71,12)

Irmã Beatriz é a flor do centenário, que Deus colhe para enfeitar o jardim da existência da Congregação, nestes cem anos de doação, entrega e serviço. Que do céu ela interceda por todas vocês fecundando o chão do momento atual da história!

Leia também, o poema de autoria de Irmã Beatriz, “Se a vida me chamar”.

Se a Vida me chamar

Se a Vida me chamar, estarei aqui!
Defendendo, acima de tudo a vida!
Onde ela estiver mais ameaçada.

Se a Vida me chamar, estarei de pé!
Pronta para tirar as sandálias e caminhar,
pisar o chão diferente de outros povos e culturas
e beber das fontes profundas de sua mística.

Se a Vida me chamar, estarei ouvindo,
atenta aos gemidos e gritos
que vêm do submundo da humanidade oprimida,
ferida na sua dignidade!
Com a concha, acolherei as águas, os sons, as vozes
o barulho das ondas que vêm e vão,
na constante trajetória que nos é dado construir.

Se a Vida me chamar, estarei disposta
a somar forças com as lutadoras e lutadores do povo,
com os movimentos e grupos que não se calam
e não se deixam vencer para gritar em nome da vida,
em nome da criação!

Se a Vida me chamar, estarei confiante,
acreditando na Divina Fonte que inspira
nosso cotidiano com sua beleza, ternura, cuidado,
que contagia por ser sempre nova, vigorosa, provocativa!

Se a Vida me chamar, estarei recordando,
como força viva e presença constante na caminhada,
o testemunho das pessoas que derramaram seu sangue
e hoje são sementes germinando na terra.

Se a Vida me chamar, estarei alerta!
Com as “armas” da garra, da persistência e da esperança,
sem medo de ousar, arriscar novos traçados,
sem medo de levantar a voz contra as injustiças,
contra todo tipo de opressão e exploração.

Se a Vida me chamar, estarei amando
e semeando sonhos!
Buscando o cuidado da Vida e a irmandade construída!
A chama acesa e o coração ardendo de paixão por Jesus Cristo
e pelo Reino acontecendo no hoje da história.

Beatriz Catarina Maestri

Posts relacionados

É Advento!

É Advento! Tempo de caminhar na esperança! Tempo de esperançar! Tempo de estar vigilantes e atentos aos sinais dos tempos! Atentos aos sinais de que

Leia mais »