Conferência Episcopal do Uruguai realiza encontro sobre Comunicação

A Conferência Episcopal do Uruguai (CEU) promoveu, nos dias 4 e 5 de outubro, em Montevidéu, um Encontro Nacional de Pastoral de Comunicação. O evento aconteceu na casa de Espiritualidade Santa Rafaela Maria (Escravas) e foi organizado pelo Departamento de Comunicação Social da CEU, com o apoio do Departamento de Comunicação e Imprensa Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM).

Na ocasião, o jornalista Jaime Coiro, mestre em ciência política e porta-voz da Conferência Episcopal do Chile abordou temas como, a espiritualidade da comunicação: desafios pastorais a partir do pontificado do papa Francisco; Pontos críticos na comunicação da Igreja, e incidência, controvérsia e gestão de crises. O estudo incluiu exposição dos temas, debates e trabalhos em grupos. “A comunicação é um presente. Comunicação é para criar comunhão, por isso comunicar é evangelizar”, destacou Coiro. “A comunicação cria cultura e a cultura é transmitida através da comunicação. Desde a nossa identidade cristã podemos fazer com que essa cultura coloque no centro a dignidade da pessoa, a capacidade de oferecer caminhos para as grandes perguntas da vida humana, o compromisso de servir ao bem comum, trabalhar por um sociedade mais justa, participativa e sem exclusões”, completou o assessor.

Jaime Coiro, 46 anos, é casado e pai de dois filhos, candidato ao diaconato permanente. Atualmente, porta-voz da Conferência Episcopal do Chile, onde também dirige a área de imprensa e pastoral de comunicações.

As Pontifícias Obras Missionárias (POM) foram convidadas ao encontro através do padre Leonardo Rodriguez, diretor das POM no Uruguai. Com isso, participaram os responsáveis da comunicação do Uruguai, Nicholas Chamorro; do Brasil, padre Jaime Patias e da Argentina, o jornalista Favio Rosso.

Os responsáveis pela comunicação das POM do Brasil, Argentina e Uruguai seguiram reunidos no final de semana, dias 5 e 6, para partilharem o que as POM realizam, em cada país, nessa área e buscar caminhos comuns de atuação. Conscientizar os secretários e diretores das Obras sobre a importância da comunicação num trabalho de Equipe; manter a unidade entre as Obras através de um processo de comunicação; investir em pessoas e meios nas dioceses e regionais; intensificar a comunicação através das redes sociais, portais de internet e impressos. Estas foram algumas das propostas do grupo. Foram vistos ainda formas de colaboração como a partilha de fotos, notícias e testemunhos de missionários e missionárias atuando além-fronteiras.

Posts relacionados

É Advento!

É Advento! Tempo de caminhar na esperança! Tempo de esperançar! Tempo de estar vigilantes e atentos aos sinais dos tempos! Atentos aos sinais de que

Leia mais »