Cardeal de Aviz fala sobre os desafios da Vida Consagrada e o encontro de jovens religiosos em Roma

Por Rosinha Martins| 04.08.2015| Em entrevista à Radio Vaticano, dom João fala sobre os desafios que a Vida Consagrada enfrenta nos dias atuais. O cardeal acenou para o problema da falta de vocações e do envelhecimento enfrentados, principalmente em continentes e países considerados desenvolvidos como a Europa, os Estados Unidos e a Austrália. “Temos Congregações com comunidades na qual a idade média das Religiosas é de 85 anos. Quanto tempo durarão essas comunidades?, perguntou. Acrescentou, ainda, que há países nos quais em pouco tempo não haverá mais a vida contemplativa.

Dom João trouxe à tona os problemas relacionais da sociedade e da Igreja com a África. Ressaltou que embora seja um ambiente de muitas vocações, é uma cultura que foi muito oprimida no passado e que se faz necessário “ir com delicadeza em direção destes povos para que se desenvolvam com toda a sua beleza”.

Outro desafio, de acordo com o Cardeal é relação entre homem-mulher na Vida Consagrada. “É uma relação ainda muito imatura e necessita de uma crescimento. Ninguém quer conviver com uma pessoa imatura, mas com alguém que segue Jesus da forma mais madura possível”, afirmou.

O encontro internacional dos jovens consagrados

De acordo com o Cardeal, cerca de 4 mil inscrições já foram feitas para o encontro internacional da Vida Religiosa Consagrada jovem e continuam abertas pois, segundo ele há espaço suficiente e é um encontro cuja organização não teve problemas de superfaturamento. “Eles vem para juntos fazermos uma experiência comum”.

Dom João falou, também, sobre a programação e os conteúdos a serem trabalhados com os jovens: “Despertem o mundo”; “Evangelho, Profecia e Esperança” e o “Discipulado”. Esse momento se dará na Aula Paulo VI.

A programação prevê momentos diferenciados de encontro entre os jovens, subdivididos por língua e países. “Esse momento se dará na parte da tarde, onde se reunirão por língua, em diferentes Igrejas de Roma. Esperamos que seja um grande momento de alegria e fraternidade”.

E o cardeal foi enfático: “O encontro é para os jovens até 10 anos de Vida Consagrada e que os velhões não venham não”, concluiu. Ouça. (Fonte ( Radiovaticana com CRBNacional))

Posts relacionados

É Advento!

É Advento! Tempo de caminhar na esperança! Tempo de esperançar! Tempo de estar vigilantes e atentos aos sinais dos tempos! Atentos aos sinais de que

Leia mais »