Bolívia será a sede do próximo Congresso Missionário Americano em 2018

Por Geraldo Martins| 30.11.13| Os três mil participantes do 4º Congresso Americano Missionário (CAM 4- Comla 9) receberam com entusiasmo e muita alegria o anúncio de que a cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, será sede do próximo Congresso, em 2018. O esperado anúncio foi feito pelo arcebispo de Maracaibo, dom Ubaldo Santana, no final da missa que presidiu na tarde deste sábado, 27, encerrando o 4º CAM, na praça da Basílica de Nossa Senhora de Chiquinquirá.

Durante a missa, o arcebispo convocou a multidão presente na praça a ser missionários e profetas da esperança. “Com este Congresso, que aconteceu nesta cidade, queremos dar novo impulso à missão continental. O Advento alimenta em nós a virtude da esperança. É isso que devemos levar no nosso kit de retorno: somos missionários da esperança”, disse. “Somos chamados a fortalecer nossa esperança e superar todo pessimismo. Devemos voltar mais decididos que nunca a anunciar Jesus Cristo”, acrescentou.

Dom Ubaldo afirmou que a despedida do CAM 4 – Comla 9 deve significar novo envio para a missão e insistiu na responsabilidade do continente americano com a evangelização do mundo. “A Igreja da América tem a responsabilidade de levar sua fé até o fim do mundo. Não tenhamos a tentação de parar diante das dificuldades”. Para ele, a Igreja se renova e se fortalece, “enviando para evangelizar”.

Recordando o tempo litúrgico do Advento, iniciado pela Igreja neste domingo, dom Ubaldo destacou a necessidade dos cristãos estarem atentos e vigilantes para cumprir sua missão. “Vigiar é viver em permanente estado de serviço ao outro”, disse. “O evangelho não é um tranquilizante, mas força renovadora”.

Inspirado na palavra do profeta Isaias proclamada na liturgia, o arcebispo da “Terra do sol amada” condenou o uso de armas nucleares e conclamou os cristãos a lutarem pela paz, “As armas nucleares são mais mortíferas que as anunciadas pelo profeta Isaías. Empreguemos os recursos da tecnologia e da ciência hoje para o progresso da paz e não para a destruição de uns e de outros. Somos enviados a construir novas arcas da paz”, disse sob os aplausos da multidão.

Segundo o arcebispo, todo encontro com Jesus Cristo tem caráter missionário. “Esta praça se torna cenáculo de Pentecostes onde a Igreja recebe a força do Senhor para sair e anunciar o Evangelho. A Igreja se renova e se fortalece, enviando para evangelizar”, acentuou.

A missa foi marcada pelo entusiasmo dos missionários que, cantando, batendo palmas, dançando e agitando as bandeiras de seus países, contagiaram os outros fiéis que também participam da celebração. Em vários momentos, o rito foi rezado em mais de uma língua como as leituras, as preces da comunidade e a oração do Pai Nosso. A procissão do ofertório também destacou a diversidade das culturas que, nesses cinco dias conviveram de maneira intensa durante o Congresso Missionário.

Envio

A multidão se emocionou ainda com o envio de dez missionários para diversas partes: Moçambique (5), México (1), Nicarágua (1), Angola (1), Guatemala (1) e comunidade indígena na Amazônia venezuelana (1). Entre os enviados estão quatro leigos, três padres, duas religiosas e um diácono. A Venezuela é o país que está enviando mais missionários: sete. Os outros são um da Argentina, um do Equador e um de El Salvador. Cada um dos enviados recebeu do bispo uma cruz, símbolo da missão. “Recebe este símbolo do amor de Cristo e de nossa fé. Pregue o Cristo e Cristo crucificado”, dizia o bispo ao entregar a cruz a cada missionário.

Agradecimentos

Uma grande lista citando todos os grupos, instituições e organizações que ajudaram na promoção e realização do CAM 4-Comla 9 foi lida no final da missa pelo secretário geral do Congresso, padre Andrea Bignotti, que é também diretor das Pontifícias Obras Missionárias da Venezuela.

O destaque, no entanto, ficou para as famílias que hospedaram os missionários. Ao serem citadas, aplausos sem fim, acompanhados de gritos de alegria, tomaram conta da praça. O mesmo ocorreu quando foi lembrado também o trabalho dos mais de mil voluntários.

Posts relacionados

É Advento!

É Advento! Tempo de caminhar na esperança! Tempo de esperançar! Tempo de estar vigilantes e atentos aos sinais dos tempos! Atentos aos sinais de que

Leia mais »