O evento reunirá, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nesta quarta, 11,  fiéis, sacerdotes, bispos e religiosos da Arquidiocese de Brasília, de outras regiões do Brasil, da Alemanha e EUA,  para denunciar o Tráfico de Pessoas e outras formas de violação dos Direitos Humanos durante megaeventos como a Copa do Mundo.

Por Rosinha Martins|10.06.14|  A Capital Federal anoitecerá em tons diversificados, nesta quarta, 11: Por um lado, o verde e amarelo que invade a Esplanada dos Ministérios para anunciar a chegada da do Mundial de Futebol, por outro, uma multidão de fiéis brasileiros e estrangeiros que, pretendem, entre cantos e orações, bênçãos e gestos de solidariedade, fazer ecoar um grito pela vida, na denúncia do Tráfico de Pessoas  e Exploração Sexual antes, durante e após megaeventos como a Copa do Mundo.

A Caminhada contará com a presença de religiosos, religiosas da Rede Um Grito pela Vida, sacerdotes, bispos e fiéis da Arquidiocese de Brasília e de cidades vizinhas. A delegação da Ação Episcopal Adveniat da Igreja Católica da Alemanha e  a atriz alemã Eva Habermann, chegam na tarde desta quarta, em Brasília,  para participar da Caminhada. Jovens católicos da cidade da Califórnia, EUA, em intercâmbio no Brasil, também participarão do evento.

“É uma oportunidade para ajudarmos as pessoas a tomar consciência que a vida do ser humano não se descarta como qualquer objeto de uso. Que através dessa Caminhada, as pessoas possam encontrar o sentido da vida, e vivê-la na dignidade dos filhos de Deus”, disse o responsável pela CF 2014 na Arquidiocese de Brasília, e membro da equipe de organização da Caminhada, padre George Tajra.

Para a coordenadora nacional da Rede um Grito pela Vida, Irmã Eurides Alves de Oliveira, a Caminhada é um marco importante no contexto da Campanha Jogue a favor da Vida – denuncie o Tráfico de Pessoas. “Nesta semana, véspera da Copa Mundial, a Rede intensifica, em todo o país, suas atividades de alerta e prevenção contra o Trafico de Pessoas e outras violações dos Direitos Humanos” relatou.

Irmã Eurides frisou que a Campanha não é contra a Copa, mas a favor de um evento que respeite a vida, a dignidade, a liberdade e os direitos da pessoa contribuindo para a promoção e defesa da vida e cidadania de todos. “Fazemos isso por uma motivação de fé no Deus que criou seus filhos e filhas para a liberdade e felicidade, não compactuando, portanto, com a injustiça, o engano e a exploração como faz o esquema do Trafico Humano”, concluiu.

Na programação está prevista a participação da  presidente nacional da Conferência dos Religiosos do Brasil, Irmã Maria Inês Vieira Ribeiro, do responsável pela Campanha da Fraternidade 2014, na Arquidiocese de Brasília, padre George Tajra, representantes da Pastoral Social, Vocacional, Missão e Mobilidade Humana da CNBB; Pontifícias Obras Missionárias (POM), Centro Cultural Missionário (CCM), Rede Um Grito pela Vida da CRB Regional de Brasília e Conselho Indigenista Missionário (CIMI).

A organização recorda que os participantes devem levar uma lanterna e uma flor que será colocada no gramado do Senado, em memória das crianças, adolescentes, jovens, homens e mulheres que morreram vítimas do Tráfico de Pessoas. O estacionamento deve ser realizado no Teatro Nacional.

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?