Madri – Espanha (Quarta-feira, 23-01-2013, Gaudium Press) Em entrevista telefônica para o jornal espanhol “Correo”, Irmã Teresita, uma religiosa cisterciense de 105 anos, declarou que se sente muito feliz pelos seus 86 anos na clausura.

A religiosa vive no Mosteiro de Buenafuente, na comunidade autônoma de Castilla-La Mancha, e advertiu que “a vocação é uma coisa muito grande e a perseverança não é menos”. Entretanto, lamentou o fato de que muitas vezes “a vida de conforto prevalece sobre o ‘chamado’”.

A entrada da Irmã Teresita ao mosteiro foi aos 19 anos, segundo ela mesma conta, foi diante da “Virgem Branca” que ela pediu a vocação, deixando para trás três namorados. “Ainda que tivesse me casado com um príncipe, não seria mais feliz do que sou agora”.

Irmã Teresita sempre desejou “a clausura e não uma comunidade de vida ativa”. Segundo ela, antigamente tudo era muito austero, “mudávamos o hábito uma vez ao mês e o ferro de passar roupa era um pequeno luxo, não como agora”.

Desde que entrou para o convento de clausura, só saiu de lá duas únicas vezes. A primeira durante a guerra civil, para acompanhar suas irmãs ao médico, e em agosto de 2011, para saudar pessoalmente ao Santo Padre Bento XVI, quando o mesmo esteve na Espanha por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

Todos os dias a religiosa acordas às 5h da manhã e se recolhe às 22h da noite, seguindo um estilo de vida baseado na regra beneditina “Ora et Labora”, reza e trabalha. (EPC)

 

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?