Pré-Congresso Vocacional – CRB Campo Grande (MS)

Aconteceu de 08 e 09 de junho, em Campo Grande (MS), Lagoa da Cruz, o pré-congresso vocacional com o tema: Vocação e Discernimento.

Foi assessor o Pe Joãozinho, assessor para os ministérios ordenados e VRC.

Na manhã do primeiro dia, o assessor tratou sobre a cultura vocacional, dizendo que não é uma meta a ser alcançada, mas um processo a ser retomado cotidianamente para reacender a chama do chamado-resposta. Se torna cultura vocacional, quando todos vestem a camisa do SAV, buscando viver e divulgar a vida cristã a partir do chamado de Deus. A Cultura vocacional deve ser missionária, visto que somos chamados para uma missão.

À tarde, foi refletido sobre Vocação e Discernimento (Reconhecer, Interpretar e Escolher em Lc 24,13-35 (Emaús), com seis passos:

1 – Acompanhar: colocar-se no caminho, e acompanhar (24,13-16), saindo dos próprios esquemas, esforçando-nos para acompanhar os ritmos em estradas imprevisíveis;

2 – Escutar: pergunta para escutar (Lc 24,17), os jovens querem ser escutados, reconhecidos, acompanhados, valorizados…

3 – Anunciar: retoma as escrituras para iluminar a inteligência, para aquecer os corações (Lc 24,25-27);

4 – Rezar: silêncio, contemplação, testemunho da oração, (Lc 24,28-29); oração pessoal e comunitária; a vocação é uma resposta de Deus providente à comunidade que reza, (Puebla 882);

5 – Reconhecer: olhos se abrem e coração aquecido levam ao reconhecimento, (Lc 24,30-32); Jesus tem a iniciativa de partir o pão, os discípulos têm a atitude de discernimento em reconhecer;

6 – Testemunhar: a experiência faz com que nos mova para sair e reconhecer o que Jesus está fazendo na vida dos outros, (Lc 24,33-35); partilha das experiências, sendo testemunhas;

No segundo e ultimo dia, foi feito trabalho e grupo para responder ao questionário que irá ajudar no 4º Congresso Vocacional do Brasil. A saber:

1 – Quanto ao tema “Vocação e Discernimento”, quais os maiores desafios e pistas?

2 – Como se realiza o acompanhamento dos vocacionados(as)?

3 – Em nossas atividades pastorais, estamos conseguindo atingir os jovens?

4 – Qual o perfil dos jovens que se dispõem a realizar um itinerário de discernimento vocacional(estrutura familiar, experiência eclesial…)?

5 – Quais iniciativas existem para ir ao encontro dos adolescentes e jovens que não participam da vida a comunidade eclesial?

6 – Existe no regional alguma iniciativa que auxilie no processo e discernimento vocacional de jovens e adolescentes?

FONTE:

Frei Rubens Nunes da Mota, OFMCap

Pré-Congresso Vocacional – 08 e 09 de junho, 2019

CNBB Regional Oeste1 – CRB 

Campo Grande (MS) -Lagoa da Cruz

Posts relacionados

Dehonianos em festa!

honianos Hoje, 12 de agosto, celebramos o falecimento de Padre João Leão Dehon (1843 – 1925), Fundador da Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de

Leia mais »

O túmulo de um bispo

Aqui foi enterrado um santo profeta, que, até na morte, continua profetizando. Pedro Casaldáliga, “Anjo” da Igreja de São Félix do Araguaia. Santo Súbito! Do

Leia mais »