Por Rogéria Araújo| 30.11.2015| Você sabe quantos atendimentos o Sistema Único de Saúde faz por dia? Durante toda a 15ª Conferência Nacional da Saúde, que acontecerá de 1 a 4 de dezembro, em Brasília, um placar eletrônico instalado na entrada do Centro de Convenções Ulysses Guimarães mostrará segundo a segundo a importância do sistema público para a população brasileira através de dados, o BenefiSUS.
A ideia foi consolidada coletivamente ao longo de todo o processo de construção do evento por movimentos sociais, conselheiros/as de saúde, redes, entidades populares e de base que atuam em defesa do SUS, Pastorais Sociais e outros organismos ligados à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O objetivo é claro: contra-atacar todas as tentativas que colocam o sistema de saúde em ameaça para as populações mais excluídas e sem acesso a um serviço considerado dos mais básicos com dados da realidade.

Manifestação em defesa do SUS

“Saúde não é negócio, nem mercadoria. É direito de cidadania”.
A Frente em Defesa do SUS (ABRASUS) realizará em Brasília (DF), nesta terça-feira, 1 de dezembro, antecedendo o início da 15ª Conferência Nacional da Saúde, a Marcha em Defesa do SUS. A manifestação tem como propósito chamar a atenção para o funcionamento da saúde pública, respeitando a democracia e a qualidade.

A concentração será às 14h, em dois pontos: na Catedral e no Museu Nacional. Com três carros de som, a Marcha fará um trajeto, com parada em frente ao Congresso Nacional, onde haverá uma grande ato em defesa do SUS, em defesa da democracia e participação popular.

Tenda “Em Defesa do SUS”

Toda essa mobilização está sendo responsável em levar cerca de 500 delegados e delegadas, além de convidados, que terão como ponto de concentração a tenda “Em Defesa do SUS”, onde o BenefiSUS será instalado. A tenda servirá como um ponto de encontro, onde estarão dispostos vários materiais de projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política como folders, as propostas defendidas para a 15ª Conferência, marcadores de páginas, camisetas, documentos bases de orientação, teses para a Conferência, entre outros. Além de materiais de parceiros essenciais nesta caminhada que quer manter um SUS com qualidade e há décadas milita por isso.

Esta articulação entende que há muito tempo o sistema público de saúde é alvo de ameaças, com recursos que querem sua redução ou mesmo outras investidas que tentam acabar com direitos sociais, a exemplo de Propostas de Emendas Constitucionais (PEC), como a 451, que viola o direito à saúde e segmenta de forma classista o SUS, e de Projetos de Leis que apoiam a financeirização da saúde, fortalecendo planos de saúde privados.

“Saúde não é negócio, nem mercadoria. É direito de cidadania”.

Leia também: Marcha ocupará as ruas de Brasília no próximo dia 1 de dezembro

Para mais informações: www.direitososociais.org.br
Assessoria de Imprensa: Rogéria Araujo (85) 98683.8141 | (11) 95847.7590
e-mails: coord.direitosesaude@gmail.com comunica.direitosesaude@gmail.com

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?