É o 6º ano em que a Arquidiocese de Brasília celebra o Natal da população em situação de rua.
Logo pela manhã foi servido o café às pessoas que chegavam em grupos em frente à Catedral, na Esplanada.


Cerca de 400 pessoas foram acolhidas. Em seguida foram para o interior da Catedral, onde às 10h, celebraram a Eucaristia, presidida por Dom José Aparecido Gonçalves de Almeida, bispo referencial para os Vicariatos Sul e Leste.

Na Homilia, o presidente lembrou que Deus entrou na nossa história pela Encarnação de seu Filho Jesus Cristo. Nasceu na periferia de Belém, numa manjedoura porque não havia lugar para Ele na cidade.

 

Disse ainda, Dom José Aparecido que “sentimos a pessoa do Menino Jesus nas pessoas que estão na rua. Jesus está aqui. Deus está aqui… E Deus é glorificado mais nas ruas do que nas casas em Brasília”.

 

E fez um apelo a todos que estavam na Catedral e ouvindo pela Rádio Nova Aliança que transmitia a Missa: “Sejamos comprometidos com a causa de nossos irmãos menos favorecidos, sejamos Igreja em saída nas ruas e praças para que o Senhor apareça vivo no meio de nós“, concluiu.

 

Na apresentação das ofertas um casal com seus filhos apresentou as oferendas e um outro representou os venezuelanos que estão chegando a Brasília. A pequena Fabíola foi tomada nos braços e erguida pelo bispo, com o aplauso da assembleia.

 

No final, uma venezuelana, falou sobre a situação dos migrantes. Dom José Aparecido pediu que os venezuelanos presentes ficassem de pé. No meio do povo em situação de rua, estavam cerca de 15 venezuelanos. Para eles mais uma palavra de acolhida e encorajamento: “Vocês são parte desta comunidade”.

Depois da Missa, os participantes foram para a Paróquia São Judas Tadeu, Setor de Grandes Áreas Sul 908, para o almoço e momentos de festivos natalinos.

Junto a todos, dando apoio e encaminhamentos, estiveram vários grupos de Pastoral Social da Arquidiocese de Brasília e a CRB Nacional.

Segundo a Secretaria de Estado de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh), o número de pessoas em situação de rua aumentou 20% em um ano. Em 2016, eram aproximadamente 2,5 mil pessoas morando sob marquises, árvores ou viadutos. Em 2017, já passa de 3 mil. E o número pode ser muito maior: organizações que trabalham diretamente com essas pessoas garantem que no Distrito Federal há mais de 6 mil pessoas nessa condição.

A CRB Nacional participou recolhendo doações  às pessoas necessitadas e na organização no dia da celebração.

Contato:
Pastoral do Povo da Rua
Telefones: 61 98475-0530
E-mail: pastoral@casasantoandre.org.br

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?