Migrante, profeta e protagonista

 

 

A migração desperta o ser adormecido,

revelando nele o trabalhador oculto;

migrar é lapidar o metal bruto do diamante,

fazendo-o passar pelo fogo ardente,

onde se torna mais duro e cortante.

 

Caminhar é depurar, a um tempo, mala e alma

de tudo que lhe é supérfluo e superficial;

purificar os valores próprios e alheios,

atendo-se apenas ao que é essencial,

e conferindo-lhes maior e forte brilho.

 

O viajante mergulha nas próprias entranhas,

reúne o que nelas há de melhor, caro e raro,

para que o fardo não lhe seja em vão pesado;

põe-se a caminho com as primícias de si mesmo,

em busca de terra fértil onde espalhar o achado.

 

Por isso é profeta e protagonista do amanhã:

recusa e denuncia injustiças e assimetrias,

carrega e anuncia profundas mudanças;

ao mover-se faz marchar a própria história,

interpelando todos os sujeitos nas andanças.

 

Parte e chega, re-parte e volta a chegar,

levando nesse círculo paz farta e solidária;

como o vento e as aves fazem à semente

assim o forasteiro move e envolve toda gente

abre horizontes com sua surrada sandália.

 

Desde a origem até o destino vago e incerto,

a pátria lhe escapa por entre os dedos;

de cada fronteira faz um solo amigo e amado,

 – terra firme, casa, rocha, abrigo, refúgio – 

onde sonhar e lutar por um mundo recriado.

 

Ulisses cansado retorna à casa e a Penélope,

a Dante a amada Beatriz lhe acena o céu,

Dom Quixote de Dulcineia adivinha o encanto;

a peregrino pelas estradas da terra rasga o véu

que antevê o Reino onde não há mais pranto.

 

Pe. Alfredo J. Gonçalves, cs

Rio de Janeiro, 1º de outubro de 20129

Posts relacionados

Santos “Juninos”

Da mesma forma que falamos de “festas juninas”, não seria de todo estranho falar dos “santos juninos”. Em boa medida, aliás, as festas estão associadas

Leia mais »

Um hóspede inquietante

A expressão foi usada pelo filósofo alemão Nietzsche: “O niilismo está às portas: de onde vem ele, o mais inquietante entre os hóspedes”? (Cfr. Fragmentos

Leia mais »