A CRB Nacional expressa sinceros sentimentos pela passagem do padre Jaime Snoek, missionário redentorista. Padre Jaime vivia, ultimamente em Juiz de Fora- MG, onde faleceu no final de semana.

De acordo com testemunhas, padre Jaime acompanhou e assessorou por muito a CRB Nacional ao lado de padre Dalton Barros.

A Paróquia de Nossa Senhora da Glória, em Juiz de Fora (MG), celebrou a missa de exéquias do Pe. Jaime Snoek, C.Ss.R. Presidida pelo provincial Pe. Vicente Ferreira, C.Ss.R., a celebração contou com diversos confrades de toda a Província do Rio de Janeiro e, na assembleia, com muitos amigos e admiradores do Pe. Jaime.

Durante a celebração, Pe. Vicente frisou o sentimento de gratidão aos holandeses que iniciaram a história da Província em 1894. Pe. Jaime, que chegou ao Brasil em 1953, foi o último europeu a dedicar-se à Congregação em Minas, Rio e Espírito Santo. “Parte da história se vai com a pessoa do nosso confrade”, disse Pe. Vicente.

A homilia, feita pelo Pe. Dalton Barros, C.Ss.R., emocionou a todos. Nela, Pe. Dalton destacou os diversos feitos de Jaime, principalmente em Juiz de Fora (MG), onde teve grande participação não só na paróquia da Glória, mas também na Universidade Federal. “Pe. Jaime foi tão pioneiro quanto os primeiros. Ele fez um esforço humano do tipo que glorifica Deus, que inclui, por exemplo, o Ambulatório da Glória”.

Após a celebração, uma procissão levou o caixão até o cemitério. A grande presença do povo lembrou o quanto Pe. Jaime foi bem quisto e o quanto deixará saudades.  Ele nasceu no dia 25 de dezembro de 1920 e morreu aos 92 anos, no dia 29 de setembro de 2013.

“Paciência! O tempo purifica porque o tempo é de Deus” Pe. Jaime Snoek, C.Ss.R.

Quem foi padre Jaime Snoek

Nascido e ordenado na Holanda, Padre Jaime chegou ao Brasil, mais especificamente, em Juiz de Fora em 1955. Neste município, aproximou-se do trabalho realizado pela Congregação das Irmãs Missionárias. As irmãs possuíam um trabalho de educação consolidado e prestavam assistência à infância, à juventude, aos trabalhadores, à pobreza em geral. No final dos anos 50, a congregação mantinha seis escolas de Serviço Social. Padre Jaime, então, levou para as reuniões da congregação a discussão sobre a viabilidade da implantação de um curso de Serviço Social na cidade de Juiz de Fora. Portanto, o Padre Jaime Snoeck foi um dos fundadores desta faculdade.

Desde 1961 começou a existir um embrionário envolvimento dos estudantes da Faculdade de Serviço Social com o movimento estudantil. A partir de então este movimento cresceu e articulou-se neste Diretório Acadêmico e esteve historicamente envolvido com as lutas do MESS (Movimento Estudantil em Serviço Social), construindo este movimento juntamente com outros D.A’s, de outras faculdades de Serviço Social no país inteiro.

Fonte: provinciadorio.org.br

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?