Por Jaime C. Patias|24.01.14| O 2º Seminário sobre Formação Presbiteral reúne em Aparecida (SP), cerca de 200 pessoas de todo o Brasil, entre padres, seminaristas, religiosos e bispos. Participam também convidados leigos, a exemplo de Laudelino Augusto, vice-presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB). Ao falar sobre a relação entre leigos e ministros ordenados na Igreja, Laudelino recordou que, a partir do Batismo, somos todos cristãos e cristãs. “A consciência da igualdade fundamental, pelo Batismo, de todos os membros do Corpo de Cristo é de que, o que nos distingue, sem separar, é a missão e o serviço na Igreja e no mundo”, explicou. Em seguida, trouxe um pensamento de Santo Agostinho citado no documento conciliar, Lumen Gentium (32). “Atemoriza-me o que sou para vós, alegra-me o que sou convosco. Para vós sou bispo, convosco sou cristão. Ser bispo é um dever, ser cristão é uma graça. Ser bispo é um perigo, ser cristão é salvação”.

O representante do laicato no Brasil vê a necessidade de resgatar na prática cotidiana, a eclesiologia do Concílio Ecumênico Vaticano II que define a Igreja como “Corpo Místico de Cristo presente e atuante na história como povo de Deus peregrino”. Nessa perspectiva teríamos “uma Igreja toda ela ministerial, não mais hierarquia X laicato, mas Igreja: comunidade, carisma e ministérios”, destacou.

Para Laudelino, as advertências e propostas do “cristão bispo de Roma”, nosso papa Francisco é motivo de alegria. Ele vislumbra na Igreja hoje, “presbíteros que sejam pastores, amigos, companheiros de caminhada, conscientes do sentido profundo do sacerdócio e comprometidos com a formação do Povo de Deus”.

Por fim, citou a mensagem do papa Francisco para o Dia Mundial de Oração pelas vocações, na qual exorta. “A vós, bispos, sacerdotes, religiosos, comunidades e famílias cristãs, peço que orienteis a pastoral vocacional nesta direção, acompanhando os jovens por percursos de santidade que, sendo pessoais, exigem uma verdadeira e própria pedagogia da santidade”.

Na manhã desta quinta-feira, 23, os participantes do Seminário celebraram missa na Basílica de Nossa Senhora Aparecida. A missa foi presidida pelo cardeal arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, dom Raymundo Damasceno Assis que saudou o grupo e os encorajou na missão de formar presbíteros que respondam às necessidades da Igreja e do mundo hoje.

O evento é promovido pela Organização dos Seminários e Institutos do Brasil (OSIB) e se estende até sábado, dia 25.

“APRIMORAR AS RELAÇÕES ENTRE RELIGIOSOS E CLERO SECULAR É FUNDAMENTAL”, DIZ PADRE ORESTES

A FORMAÇÃO NOS DOCUMENTOS DO CONCÍLIO VATICANO II E NAS DIRETRIZES DA CNBB

CONSELHO NACIONAL DO LAICATO QUER PADRES MAIS PRÓXIMOS DO POVO

PRESBÍTERO: UM HOMEM CONQUISTADO POR DEUS A SERVIÇO DOS IRMÃOS

CLAUDIO HUMMES: PAPA FRANCISCO INTERPELA A FORMAÇÃO DOS PRESBÍTEROS

PESQUISA APONTA PROPOSTAS PARA UMA FORMAÇÃO QUALIFICADA EM TEMPOS DE MUDANÇA

SEMINÁRIO DISCUTE DESAFIOS NA FORMAÇÃO DO PRESBÍTERO À LUZ DE CRISTO

“É DECISIVO UM OLHAR ATENTO PARA A VOCAÇÃO DE JESUS, DIZ DOM PEDRO BRITO

SEMINÁRIO SOBRE A FORMAÇÃO DOS SACERDOTES COMEÇA NESTA SEGUNDA, EM APARECIDA

Veja imagens do Seminário

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?