Cidade do Vaticano (RV) – O diretor da Livraria Editora Vaticana (LEV), Padre Giuseppe Costa, falando ao jornal vaticano, L’Osservatore Romano, diz que as “freiras leem mais que os padres”. Como na sociedade leiga – explica – também no mundo religioso as mulheres leem mais que os homens.

Tudo isso, não obstante a crise econômica. Segundo as estatísticas, as vendas de livros diminuíram e as livrarias são menos frequentadas. De fato, afirma o Padre Costa, “no passado os religiosos e religiosas frequentavam mais as livrarias. Mas, hoje, devemos fazer as contas com os efeitos colaterais do empobrecimento da classe média, que muito incidiu até sobre a cultura”.

“As religiosas – recorda o diretor da LEV – são as primeiras a adquirirem os documentos publicados pelos organismos vaticanos, um dado que vale sobretudo para aquelas que trabalham nas paróquias e que estão em contato mais direto com as problemáticas familiares da sociedade”.

“Os sacerdotes, por sua vez, com as devidas exceções, – continua o Padre Costa – parecem frequentar com menor regularidade as livrarias. As afluências maiores se dão por ocasião das grandes celebrações litúrgicas. Claro, suas entradas econômicas são exíguas. Daqui, a necessidade de um projeto cultural mais amplo, para incentivar, concretamente, uma maior leitura”.

Em relação às temáticas de livros mais vendidos nas livrarias, os religiosos e religiosas buscam mais textos de meditação cristã, concernentes à “lectio divina”, que os ajudam a aprofundar o diálogo com Deus. (MT)

Anexos

SDS Bloco H - nº 26 - Sala 507 - Edfício Venâncio II

CEP: 70393-000 - Brasília - DF - Brasil (061) 32265540 - Fax: (061) 3225 3409 crb@crbnacional.org.br

2018 - CRB Nacional.org.br

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?